sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Veranópolis: VEC perdeu na estreia, agora e o São José domingo no ADF


O Pentacolor não jogou mal, mas repetiu um problema já conhecido, não marcou gols, teve oportunidades e desperdiçou. O campeonato gaúcho não perdoa, e a equipe que não marcar gols, não somar pontos, corre perigo. O Veranópolis fez uma boa partida, deixou uma boa impressão e pode fazer um bom campeonato. No jogo o Pentacolor foi melhor na primeira etapa, deixando a esperança de que na segunda etapa poderia repetir a dose. Mas logo aos 4 minutos de jogo, o Internacional em uma jogada com reclamação de falta no jogador Bertotto por parte do VEC, o atacante Pottker ficou na cara do gol, e livre marcou o único gol da partida. 
Os times se enfrentavam de igual para igual, criando boas oportunidades, mas acabavam pecando no último passe.
Aos 24 minutos, Uendel sentiu dores no joelho esquerdo e deixou o campo de carro-maca. O garoto Iago entrou no lugar do companheiro.
Após falta no meio do campo, Jadson levantou na área e Rafael Bonfim subiu mais alto cabeceando perto da trave esquerda do goleiro Danilo Fernandes.
A primeira grande chance da partida veio aos 38 minutos. Em ataque colorado pela direita, Claudio Winck passou pela marcação e cruzou rasteiro para a área. O jogador Camilo entrou livre pela meio e concluiu de primeira, mas a redonda subiu muito e passou por cima do gol.


SEGUNDO TEMPO
O Internacional abriu o placar aos 4 minutos da segunda etapa. O volante Rodrigo Dourado roubou a bola no meio de campo e acionou um ataque rápido. Após tabelar com Camilo, Dourado passou para William Pottker, que carregou livre, entrou na área e concluiu na saída do goleiro Reynaldo. A bola foi morrer no fundo das redes.
A resposta do Veranópolis foi perigosa. Aos sete minutos, Felipe Mattioni cobrou falta na área, Léo D’Agostini desviou de cabeça e a redonda passou muito perto da trave, quase empatando o resultado no Beira-Rio.
Em bom contra-ataque do Internacional, William Pottker foi acionado na direita e tocou para Claudio Winck. O lateral-direito bateu cruzado e no meio do caminho Leandro Damião quase ampliou o placar a favor do Internacional, mas o centroavante colorado não alcançou a bola.
O Inter, então, achou o caminho para buscar o ataque: pela direita. Em avanço, o time da capital quase marcou o segundo. Aos 13 minutos, após cruzamento de D’Alessandro para Camilo, a zaga se adiantou e afastou o perigo.
Três minutos depois, Leandro Damião recebeu pelo meio, passou pela marcação e, de frente para a meta, encheu o pé. A bola passou sob a meta defendida pelo goleiro pentacolor.
O Inter comandava as principais ações da partida. Aos 24 minutos, o lateral-esquerdo Iago passou rasteiro para D’Alessandro, que bateu de primeira. A bola subiu e saiu pela linha de fundo para tiro de meta.
No minuto 29, Reynaldo evitou o segundo tento colorado. Na jogada, D’Alessandro encontrou Gabriel Dias, que tocou para Leandro Damião, entrando livre na área. O centroavante dominou e, cara-a-cara com o goleiro, acabou finalizando em cima do arqueiro.
Jair, craque do jogo Ótica Visual/96,1FM
O VEC chegou com perigo aos 31 minutos. Após cruzamento rasteiro de Felipe Mattioni, Wesley, dentro da área, desviou por cima do gol.
Danilo Fernandes salvou o Internacional aos 36 minutos. O Pentacolor chegou tocando a bola quando Wesley arriscou e a redonda explodiu na marcação e sobrou para Gabriel Silva, que livre, bateu bem, mas o goleiro colorado fez ótima defesa e evitou empate.
Em lance individual do uruguaio Nico López, o atacante cruzou fechado e Reynaldo é obrigado a dar um tapa na bola para evitar o gol adversário.
Na segunda rodada,o Veranópolis recebe o São José, no estádio Antônio David Farina, às 19 horas,, e o Internacional enfrenta o Novo Hamburgo, no estádio do Vale. O craque do jogo Ótica Visual/96fm, foi o meia Jair do Pentacolor. Ele recebeu o primeiro troféu da temporada.


FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 0 VERANÓPOLIS
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 18 de janeiro de 2018 (quinta-feira)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Douglas Silva (RS)
Assistentes: Elio Nepomuceno de Andrade Júnior e Jorge Eduardo Bernardi (ambos do RS)
Público: 15.149 (12.649 pagantes)
Renda: R$ 538.540,000

GOLS
Internacional: William Pottker, aos 4 minutos do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS
Internacional: Rodrigo Dourado, Víctor Cuesta
Veranópolis: Jadson

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Claudio Winck, Klaus, Víctor Cuesta e Uendel (Iago); Rodrigo Dourado, Edenílson, William Pottker, D’Alessandro (Nico López) e Camilo (Gabriel Dias); Leandro Damião.
Técnico: Odair Hellmann

VERANÓPOLIS: Reynaldo; Felipe Mattioni, Léo D’Agostini, Rafael Bonfim e Jadson; Eduardinho, Jair e Bertotto (Fabricio Lusa); Rogerinho (Gabriel Silva), Juba (Matheus) e Wesley.
Técnico: Julinho Camargo

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Veranópolis: VEC tem problemas para a estreia contra o Inter, mas vai com o que tem de melhor.


Nesta quinta feira a bola vai rolar para o Pentacolor, será o início do gauchão 2018, e o time comandado por Julinho Camargo está pronto para iniciar a competição, com alguns desfalques, mas pronto. Alguns jogadores não viajaram para enfrentar o Internacional no Beira Rio. Talles Cunha, que passou por uma intervenção cirúrgica, retirou menisco, já está em fase de recuperação, e fora dos primeiros jogos. Willian, atacante pentacolor, sentiu uma lesão no primeiro amistoso que o VEC realizou, e de lá para cá, não atuou mais. Willian continua em recuperação. E a surpresa para este jogo de estreia, Romano permaneceu na Palugana fazendo tratamento, e também não jogo contra o Internacional. Três jogadores para um grupo pequeno, é perda grande, e aí Julinho Camargo precisa buscar opções dentro do grupo para a montagem do time da estreia.
O possível time para jogar no Beira Rio nesta quinta feira poderá ter:
Reynaldo, Felipe Mattioni, Rafael Bonfin, Lêo Dagostini e Jadson, Bertotto, Fabrício, Jair, Eduardinho (Rogerinho), Juba e Wesley
O jogo inicia às 21 horas, e a 96,1 transmite para você. Tem Pré jornada às 18 horas e a partir das 20 horas, a jornada esportiva.

Veranópolis: Pentacolor andará mais este ano para jogar o gauchão. Fonte Esportchê.com. Confira


Confira as distancias que percorrerão as equipes do gauchão. O VEC fará o quarto maior percurso dentro do estado no campeonato.
Na primeira fase serão 12 times brigando por 8 vagas para a 2º fase e ao mesmo tempo lutando para não ficar entre os dois últimos e descer de divisão.
Serão 11 rodadas em um período de quase dois meses. Neste curto espaço de tempo de um jogo a outro, as equipes precisam pegar a estrada quase toda semana, muitas vezes em longas distâncias.
Nesta edição, o time que mais vai andar pelas estradas gaúchas será o São Paulo. Em cinco jogos como visitante, o time de Rio Grande vai percorrer 4.090 Km.
Já o Novo Hamburgo, é o que menos vai precisar viajar, apenas 1,116 Km em seis jogos. Para se ter uma ideia, o Leão do Parque na 5ª rodada já terá viajado mais que o Noia em toda primeira fase.
A partida que vai envolver as duas cidades mais distantes será entre São Luiz e São Paulo na 7ª rodada. A distância entre Rio Grande e Ijuí é de 555 Km.
Já as partidas de menores distâncias serão os confrontos do Cruzeiro, que jogará em Gravataí, com as equipes de Porto Alegre. A distância entre as cidades é de 30 km.

Confira a lista de quem mais vai viajar no Gauchão
1º São Paulo = 4,090 Km (5)
2º São Luiz = 3,638 Km (5)
3º Brasil = 3,544 Km (6)
4º Veranópolis = 2,959 Km (6)
5º Juventude = 2,406 Km (6)
6º Avenida = 2,222 Km (5)
7º Cruzeiro = 2,016 Km (6)
8º Caxias = 1,935 Km (5)
9º São José = 1,920 Km (5)
10º Grêmio = 1,704 Km (6)
11º Internacional 1,595 Km (5)
12º Novo Hamburgo 1,116 Km (6)

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Veranópolis: Agora não tem volta! A hora está chegando, vai começar o gauchão 2018.


Faltam poucos horas para a estreia Pentacolor no Campeonato Gaúcho, e o adversário da quinta feira, o Internacional, goleou em seu amistoso. 
Isso pode ser um sinal de alerta ao time, jogadores, que vestirão a camisa do Timaço do Peito no primeiro jogo. O adversário do Internacional foi o Lajeadense, não joga a elite do futebol, mas foi o primeiro amistoso com placar dilatado das equipes que disputarão o campeonato. Isso pode sim acender um sinal de alerta nos comandados de Julinho Camargo, e fazer com que a concentração e o foco no jogo de quinta, no Beira Rio, seja muito maior. 
Começar bem o campeonato é importante, mas a sequência da competição é forte e ter resultados bons nesta sequência é fundamental para definir o que o Pentacolor poderá conquistar no decorrer da competição. Vejam bem, o VEC terá depois da estreia o São José em casa, o Zequinha sempre foi adversário difícil, este jogo é no próximo domingo. Na quarta feira da outra semana, dia 24 o jogo será fora de casa contra o Brasil em Pelotas, e no domingo, dia 28, mais uma vez o time de Julinho Camargo joga fora de casa, e o adversário será o Cruzeiro no estádio Antônio Viera Ramos. Sim torcedor Pentacolor, é um início difícil, mas nada que não possa ser superado. 
O único porém, é que o time está com o trabalho bem andado, talvez com 80% preparado para enfrentar a competição, mas ainda falta, e é o ônus que paga um time formado novo, todos os anos, e que atinge seus 100%, se isso é possível, durante o campeonato. As poucas horas que nos separam da estreia também são muito importantes, e hora da sintonia fina, bolas paradas, jogadas trabalhadas, atenção na defesa, cobertura correta, enfim, os últimos detalhes, e concentração. Bom, tá na hora, nós, torcedores, aqui fazendo nossa parte, lá dentro do campo, eles, os jogadores escolhidos para esta temporada vestindo o manto sagrado do mais querido da serra. Vamos para mais um gauchão! 

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Paraí: Grêmio Paraiense participou da 12ª Copa Tricolor


Encerrou no domingo (14), a 12ª edição da Copa Tricolor Multisom Net Claro. 

Os representantes de Paraí, da escolinha Grêmio Paraiense, conquistaram bons resultados na competição. Segundo lugar na categoria sub11 e 4º na categoria sub15.
O Grêmio Paraiense ainda levou para casa os prêmios de artilheiros da competição com Vagner Trento na categoria sub11 com 10 gols e, John Prestes na categoria sub15 com 6 gols.
O torneio teve início na terça-feira dia 9 e reuniu 44 equipes no Centro de Treinamento Cristal, em Porto Alegre, sede da Escola de Futebol do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. A competição é o evento mais importante realizado pela Escola e, abre oficialmente o calendário anual.

Paraí: Palmeirinha representa Paraí no Gauchão de Várzea 2018


Começou o gauchão de várzea, competição que reúne equipes amadoras do estado, e que mostra do futebol de várzea do RS. O time representante da cidade de Paraí estreou na tarde do último domingo (14), no Gauchão de Várzea 2018, em Antônio Prado. No jogo, após empate em 1 x 1 no tempo regulamentar, enfrentando a equipe de Antônio Prado, Paraí venceu nos pênaltis por 4X3.n O representante paraiense e o time da Palmeirinha na competição deste ano. Após vencer o Campeonato Municipal de Futebol de Campo em 2017, Palmeirinha ganhou a oportunidade de disputar o campeonato deste ano.

Veranópolis: Problemas no Pentacolor a poucas horas da estreia no gauchão

A algumas horas da estreia Pentacolor o trabalho continua forte, tendo como objetivo a competição, e uma performance ideal para alcançar os objetivos traçados. Na semana da estreia uma notícia ruim, Talles Cunha sofreu lesão de menisco, passou por cirurgia com o doutor Mario Cardoso, que o atendeu no domingo, e fica fora por três semanas. Isso significa perder seis jogos da competição. Para o VEC que tem um grupo reduzido é muito ruim, sem falar que Talles vinha fazendo boas apresentações nos amistosos.
Na segunda feira Romano estava treinando em separado, e também é preocupação para a partida de estreia contra o Internacional. O Pentacolor terá esta terça, e na quarta feira para finalizar sua preparação, depois é só gauchão, sem tempo para treinamentos. Agora falta pouco, e a expectativa é muito grande, especialmente para os primeiros jogos da competição que, poderão mostrar o caminho a ser seguido pelo clube na competição.

Veranópolis: Douglas Silva vai apitar Inter X VEC. Confira.



Vai começar o gauchão, e a estreia do Veranópolis Esporte Clube já tem escalado o árbitro que vai conduzir o primeiro jogo. Douglas Silva será o responsável por conduzir a partida no Beira Rio. DOUGLAS SCHWENGBER DA SILVA, tem 30 anos e ingressou na FGF em 2009. Confira aqui também a arbitragem dos outros jogos que marcam o inicio do Campeonato Gaúcho de 2018.

Arbitragem da primeira rodada do Campeonato Gaúcho 2018: confira aqui a arbitragem da rodada

domingo, 14 de janeiro de 2018

Veranópolis: Mais um ano de vida. Parabéns Pentacolor


15 de Janeiro...é aniversário do Pentacolor. 
Parabéns Timaço do Peito.

"O Veranópolis Esporte Clube Recreativo e Cultural foi fundado em 15 de janeiro de 1992, numa fusão entre o Clube Atlético Veranense e o Grêmio Esportivo e Cultural Dalban, dois clubes semi-profissionais da cidade. Disputou a segunda divisão em 92 e 93, ano em que sagrou-se campeão sob o comando do técnico Tite. Subiu para a primeira divisão do campeonato gaúcho e nunca mais foi rebaixado".

Veranópolis:Confira a matéria do Globo Esporte sobre o Pentacolor para o gauchão 2018


Em seu 25º ano consecutivo no Gauchão, o Veranópolis apostou alto em buscar ex-jogadores da dupla Gre-Nal e também naqueles com experiência na competição. Tudo começa novamente pelo volante Eduardinho, que vai para a 10ª temporada pelo Pentacolor. Mas a montagem do grupo não foi fácil como parece. A principal dificuldade, conforme a diretoria, diz respeito exatamente ao estadual do ano passado.
Como inúmeros destaques do Campeonato Gaúcho de 2017 seguiram para clubes de Série C e B, conseguiram firmar contratos mais longos. Desta forma, o mercado tornou-se mais limitado para equipes como o VEC, que funciona somente no primeiro semestre e "fecha" no segundo. Os vínculos com os jogadores duram apenas a competição dentro do Rio Grande do Sul.
– É um ano diferente na montagem do grupo. Fizemos uma lista inicial com alguns nomes que não conseguimos trazer, ou porque foram contratados por times da Série B, ou porque já estavam por lá e fizeram contratos mais longos. Mas ainda assim formamos uma equipe de qualidade. Debatemos nome a nome e, dentro do que temos condições de contratar, fizemos boas contratações. A equipe vem mostrando evolução nos amistosos, cumprindo as metas – comenta o gerente de futebol Ademir Bertoglio.
Em um primeiro momento, o elenco está fechado de forma enxuta, com 23 jogadores. Entre eles, cinco passaram pela dupla Gre-Nal: o lateral-direito Felipe Mattioni (Grêmio), os volantes Jair (Inter) e Bertotto (Inter), o meia Talles Cunha (Inter) e o atacante Wesley (Grêmio). Os primeiros jogos causam preocupação, já que serão três de quatro fora de casa. E a estreia será novamente contra o Inter, no Beira-Rio, no dia 18.


Como terminou 2017 e como iniciará 2018
O Veranópolis classificou-se na primeira fase do Gauchão do ano passado em quinto lugar. Mas logo de cara bateu de frente com o Grêmio nas quartas de final. Perdeu em casa por 2 a 0 e depois foi goleado por 5 a 0 na Arena. Eliminado, fechou as portas no segundo semestre. Em 2017, não houve parceria para formar uma equipe de base, o que antes mantinha o VEC funcionando o ano todo. Para 2018, há confiança de que o grupo montado é "forte". Contudo, nos amistosos contra os adversários do Gauchão empatou duas vezes (0 a 0 com São Paulo e Caxias) e perdeu outra (1 a 0 para o Novo Hamburgo).
O lateral-direito Felipe Mattioni surgiu como promessa do Grêmio em 2008 e logo foi vendido ao Milan. Na sequência, acabou emprestado ao futebol espanhol, sem muito sucesso. Passou também pela Inglaterra e sofreu com lesões. Em 2017, retornou ao Brasil para atuar pelo Boa Esporte. Na Série B, jogou apenas três partidas com o técnico Julinho Camargo, que o indicou ao VEC para a disputa do Gauchão. Tenta recuperar a carreira aos 29 anos.
Curiosidade
O Veranópolis é um clube recente. Fundado em 1992, na cidade de mesmo nome, subiu para a primeira divisão do futebol gaúcho no ano seguinte e, desde 1994, nunca foi rebaixado, sendo o único time do interior a atingir a façanha. Ou seja, vai para a 15ª temporada seguida na elite do estadual. Um feito e tanto para um município de cerca de 25 mil habitantes, conhecido como a "Terra da Longevidade".


Formado nas categorias de base do Grêmio, Julinho Camargo chegou a treinar o time principal tricolor em 2011, mas não resistiu muito tempo. Antes disso, havia sido auxiliar de Paulo Roberto Falcão no Inter. No ano passado, assumiu o Boa Esporte no Campeonato Mineiro e seguiu para a Série B. Os cinco pontos conquistados em sete rodadas, no entanto, o fizeram ser demitido quando o time estava na 19ª colocação.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Paraí: Grêmio Paraiense continua sua participação na Copa Tricolor em Porto Alegre

Continua a Copa Tricolor em Porto alegre, e a equipe do Grêmio Paraiense representa a região nesta competição. Confira os últimos resultados.


O grupo conta com meninos de toda a região.


A comissão técnica aproveita a competição para conversar com as outras comissões técnicas, e também manter contato com pessoas ligadas ao futebol como é o caso de Mazzaropi, ex goleiro gremista.


A competição continua e o Grêmio Paraiense busca a qualidade na formação de jovens atletas.

Veranópolis: VEC venceu, mas ainda não esta pronto.

Matheus Lagoa, autor do gol do VEC


Terminou o período de amistosos em preparação para o Campeonato Gaúcho, pelo Veranópolis Esporte Clube. Foram seis amistosos, dois com equipes amadoras e duas vitórias, e quatro com equipes que disputarão o certame do Rio Grande do Sul, e nestes foram dois empates ( São Paulo de Rio Grande e Caxias), uma derrota (Novo Hamburgo fora de casa) e uma vitória (Avenida). Finalizado este período não dá para dizer que o VEC esteja preparado totalmente para o gauchão, mas é possível afirmar que está bem encaminhado. Que ainda falta, e tomara que esta semana seja suficiente para, se não chegar lá, mas pelo menos aproximar a equipe do ideal. O Campeonato Gaúcho será muito difícil, e bem competitivo, e como destacou o técnico Julinho Camargo, o Pentacolor precisa de ajustes, de trabalhos específicos que possam fazer com que o time entenda o que a comissão técnica deseja para o campeonato. No último jogo amistoso contra o Avenida, o Pentacolor fez um bom primeiro tempo, não dando oportunidades para o adversário, e um segundo tempo um pouco mais abaixo do apresentado na primeira parte, mas mesmo assim criando oportunidades para ampliar. Na segunda etapa o Avenida testou mais o setor defensivo do VEC, fazendo inclusive que o goleiro Reynaldo fosse mais exigido. O goleiro Pentacolor, o meia Jair e o atacante Matheus Lagoa foram os destaques, e o time de Julinho Camargo poupou alguns jogadores, e outros não jogaram por estar em recuperação de lesão. No último amistoso aconteceu também a estreia de Bertotto, o jogador mostrou que poderá ajudar muito o Pentacolor na medida que acontecer um estrosamento maior com seus colegas de grupo. A estreia do Timaço do Peito será na próxima quinta feira, em Porto Alegre, contra o Internacional.



VEC: Reynaldo, Felipe Mattioni, Rafael Bonfin, Lêo Dagostini, Romano, Bertotto, Fabrício, Jair, Tales Cunha, Matheus e Gabriel Silva. Jogaram ainda: Wesley, Vinícios Bovi, Jadson, Rodrigo e Gean. Técnico: Julinho Camargo

AVENIDA: Rodrigo, João Neto, Luiz Henrique, Yuri, Roger, Tôto, Fidelis, Diego Torres, Welder, Hyantony e Arton. Jogaram ainda: Mauricio, Moises, Marques, Carlinhos e André. Técnico: Fabiano Deitx

GOL: Matheus Lagoa.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Paraí: Escolinha do Grêmio participa da Copa Tricolor no CT do Cristal


Iniciou nesta terça feira, dia 9 de Janeiro, o campeonato do Grêmio, e suas franqueadas de todo o país. A Copa Tricolor tem a participação do Grêmio Paraiense aqui da região. O campeonato acontece no CT do Cristal, e vai até o dia 14 de Janeiro. Até o momento o time comandado pelo professor Everaldo vem conquistando bons resultado. Confira os resultados das primeiras rodadas.