quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Gauchão 2016: Caiu o primeiro técnico do gauchão. Ben Hur não é mais treinador do Passo Fundo

Após a derrota de 4 a 0 para o Ypiranga, a direção do Passo Fundo entrou em comum acordo com o técnico Ben Hur Pereira, e decidiu mudar parte da comissão técnica que veio junto com o treinador. O Gerente de Futebol, Mauricio Piovesan, Também foi dispensado pela direção tricolor. Quinta, dia 4, a direção fez reuniões durante o dia, em uma delas entraram em acordo pessoal com o preparador físico Paulo Gilberto, que continuará no clube. Além do preparador físico, o treinador de goleiros Samuel Vettorazzi, o auxiliar Clodoaldo Oliveira e o massagista Luciano Hilleshiem, que foram contratados pessoalmente pela direção, continuarão no clube. 
O Esporte clube Passo Fundo fará a apresentação do novo técnico Paulo Porto e auxiliar na sexta. A chegada dos novos profissionais está prevista para às 10h, e em seguida acontecerá uma entrevista coletiva.

Julinho Camargo, ex VEC, vai treinar o Brasilia Futebol Clube


Depois de treinar o Veranópolis em 2015 e Goiás em parte do Brasileirão do ano passado, o técnico Julinho Camargo, 45 anos, está de mudança para o Distrito Federal. Ele vai comandar um projeto ousado no Brasília Futebol Clube, do empresário e advogado Luis Felipe Belmonte. Nos planos, boas participações no Campeonato Candango, na Copa do Brasil, na Copa Verde e talvez na Série D nacional.

— É mais um mercado que se abre. Temos bons campeonatos para disputar neste primeiro semestre — confirma o treinador, que vai se apresentar na próxima terça-feira, dia 9.

Além de Julinho Camargo, o auxiliar Ivan Brito Soares também foi contratado pelo Brasília. Ele é irmão do goleiro Renan (ex-Inter) e estava trabalhando no Novo Hamburgo com o técnico Gerson Gusmão. Julinho e Ivan atuaram juntos na comissão técnica de clubes como Goiás, Grêmio, Veranópolis, Novo Hamburgo e Caxias. O preparador físico será o também gaúcho Valdemar Fernandes, ex-São Gabriel. Além da experiência como técnico, Julinho já foi auxiliar de Falcão, no Inter, e de Paulo Cézar Carpegiani, no Vitória-BA e no Exterior. Com conhecimento tático apurado e revelador de talentos, foi um dos grandes campeões de torneios de base na década de 90 e nos anos 2000, com a dupla Gre-Nal e o RS Futebol, extinto clube de Alvorada. A colônia gaúcha no Brasília FC ainda tem o diretor de futebol Julio Soster, que trabalhou no Grêmio com o dirigente Rodrigo Caetano e no Caxias. Conhece bastante o mercado gaúcho e deve levar para lá alguns atletas que já trabalharam com Julinho em outras temporadas.

Gauchão 2016: Terceirona Gaúcha tem confirmação da Associação Nova Prata

O Congresso Técnico da Terceirona Gaúcha foi realizado na tarde de quarta-feira, na Sede da Federação Gaúcha de Futebol, em Porto Alegre. No encontro foi definido o regulamento da competição de 2016. No total serão 15 clubes divididos em dois grupos:

GRUPOS DA TERCEIRONA 2016

GRUPO A

Gaúcho de Passo Fundo
Palmeirense
Atlético de Carazinho
Associação Nova Prata
Apafut de Flores da Cunha
Garibaldi
Igrejinha
Sapucaiense

GRUPO B

Guarany
Rio Grande
Riopardense
Bagé
Farroupilha
14 de Julho
Estância Velha de Canoas

CAMPEONATO

     
Caso haja alguma desistência no grupo B, um dos times do A será sorteado para mudar de chave, equilibrando em número de competidores. A princípio, Igrejinha ou Sapucaiense seriam os clubes mais próximos de serem trocados de lado. 
      A competição começa no dia 4 de abril e os times jogam entre si, dentro do próprio grupo, em partidas de ida e volta, somente no domingo. Os quatro melhores de cada chave se classificam e, novamente, entre si, no mesmo formato anterior. Os dois melhores times de cada quadrangular estão classificados para a semifinal, desta vez, jogando o primeiro colocado de uma chave contra o segundo da outra e vice-versa. Os dois vencedores da semi vão para a grande final. O campeão é o único a subir para a Divisão de Acesso 2017.
      O campeonato segue sendo no formato sub-23, podendo a cada jogo, três atletas acima da idade ou de divisão de superior participarem da partida. Além disso, a Federação Gaúcha de Futebol garantiu o pagamento da arbitragem em todo o campeona

Veranópolis: VEC empatou contra o NH, mas mostrou evolução.


O VEC empatou em sua segunda partida pelo Campeonato Gaúcho de 2016. Em relação ao primeiro jogo quando perdeu para o Glória de Vacaria, o time de Luiz Carlos Winck evoluiu. Pelo menos na compactação do time, o fechamento dos espaços para o adversário fez com que o Novo Hamburgo chegasse efetivamente ao gol Pentacolor somente mais no final do jogo, e mesmo assim por erros do próprio VEC. Se os espaços foram preenchidos corretamente, a armação das jogadas para as finalizações foram poucas. No jogo surgiram oportunidades, umas três ou quatro que poderiam ter resultado em gol, mas mais uma vez o time não foi eficiente e desperdiçou as oportunidades. Perder chances de gol parece ser um dos problemas a ser resolvido pelo técnico. O VEC vem desperdiçando as raras oportunidades desde os amistosos, e em um campeonato curto como o gauchão é necessário ser efetivo. Mas, mesmo que o torcedor tenha cobrado com algumas vais o time, a evolução foi perceptível, e deixa a esperança de que pode haver um crescimento durante a competição. 
Zambi, destaque 96,1FM/Ótica Visual
O próximo jogo do Veranópolis no campeonato é contra o Grêmio na quarta feira de cinzas. O jogo contra o Tricolor Portoalegrense é complicado, mas como colocou Winck em sua coletiva, não dá para perder na vespera. È onze contra onze e tudo pode acontecer. O Grêmio segundo informações que vem da capital, deverá estar completo. Antes disso no sábado de carnaval o VEC tem um amistoso, a principio para movimentar os jogadores que não vem atuando, mas, também na coletiva, Winck abriu a possibilidade de pelo menos meio tempo usar o time titular. Mais uma vez o destaque do jogo escolhido pela equipe de esportes da 96,1FM/Ótica Visual foi Zambi. Um bom público, apesar do mau tempo, esteve no ADF para o jogo de estreia do Pentacolor em casa. O diretor de futebol Dirceu Paulo Salla valorizou o ponto conquistado contra o Novo Hamburgo.  
Raça Pentacolor compareceu para apoiar o Pentacolor