segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Veranópolis: VEC pode por ele próprio. Mas será que tem futebol para isso? - Opinião.

A primeira vitória ainda não chegou, contra o Juventude isso não foi possível. Parte disso é por culpa do próprio time que não fez uma boa partida, e parte é pela falta de sorte do time que cria, mas não consegue converter. O Pentacolora ainda tem chances de permanência, e inclusive classificação para a próxima fase, mas depende de algumas coisas. Primeiro, depende do próprio time, sim torcedor, o VEC por suas próprias forças pode conseguir a permanência para o ano que vem, e mesmo a classificação, o que agora não é muito importante?. Mas a pergunta é; o time deste ano é suficiente para buscar os resultados positivos que darão a possibilidade de continuidade? O que vimos até agora, foi um time de altos e baixos, que oscila muito e que ainda não conseguiu jogar uma partida inteira no mesmo nível. Comentei aqui sobre a falta de jogadores, e os reforços necessários. Muito bem, a direção se mobilizou, e trouxe Darlan Bispo, o jogador que poderia ser muito útil ao Pentacolor, sim poderia, já que em sua primeira partida, estreando no segundo tempo, pouco jogou e acabou expulso da partida, não podendo assim jogar pelo VEC no próximo domingo contra o Juventude, jogo de uma importância gigantesca. Outra colocação importante; a comissão técnica terá a força suficiente, ou tem mais para tirar deste grupo para a sequencia, que deverá ser de vitórias, de agora em diante? Questões que só poderão ser respondidas dentro de campo. È possível a permanência para 2020 sim, mas também sabemos que cada um que hoje está vestindo a camisa pentacolor tem responsabilidades, e é preciso superação, entrega, e cada um dar algo a mais para atingir o objetivo. Agora não é só futebol, agora é futebol e coração, agora é superação e vitória. Além disso, o grupo deve ser descolado do outro fato que acontece nesta semana, o julgamento da quarta-feira no TJD, onde o VEC precisa se defender, e provar ao contrário do que colocou na súmula Daronco. Neste julgamento o Pentacolor corre riscos, inclusive de perder mando de campo, o que seria muito ruim nesta altura do campeonato. E torcedor Pentacolor, 2019 não está sendo fácil, mas ainda resta esperança, e é nesta ”esperança” que nos agarramos, cobrando sim melhor desempenho, e principalmente depositando neste grupo a esperança de bom futebol, e de permanência para 2020. Para o próximo domingo tem ainda um detalhe que faz toda a diferença...o torcedor deve se fazer presente em massa, quem sabe até com promoção por parte da direção na questão dos ingressos, e aí fazer a diferença para o Timaço do Peito, afinal, “ surgiste da força do povo, VEC Pentacolor”.