domingo, 20 de novembro de 2011

Wanderlei Silva vence e continua no UFC. Shogun vai até o fim ,mas juízes dão vitória a Hendo


Wanderlei Silva parecia um garoto que conseguiu a primeira façanha na vida depois de vencer Cung Le, na madrugada deste domingo, pela categoria peso do médio do UFC 139. Se perdesse o combate, o brasileiro de 35 anos não teria o contrato renovado com a maior franquia de MMA do planeta. “É um momento sensacional para mim. Tive muitas dificuldades na minha vida nos últimos anos, mas provei que é possível vencer quando se quer. E eu posso”, disse o lutador, assim que o confronto acabou, ainda com o supercílio e a boca sangrando. A vitória foi construída no segundo round (de cinco no total). Le soltava jabs e diretos, porém o golpe não entrava. Mesma má sorte teve o brasileiro, que tentava em vão alguns chutes. A luta não apresentava golpes variados. E o vietnamita seguia insistindo nos chutes. Porém, de modo irônico, faltando 40 segundo para o fim do segundo assalto, o Wanderlei acertou um chute alto de direita em Le, que abusava do fundamento. O adversário acusou o golpe, se tornando presa frágil para o brasileiro que emendou um soco no rosto. A partir daí, Wanderlei atropelou. Com uma sequência de joelhadas no rosto do vietnamita ele garantiu o nocaute.

Shogun resiste e reage, mas juízes dão vitória a Hendo no UFC 139


A dramática guerra de cinco rounds entre os meio-pesados, o americano Dan "Hendo" Henderson e brasileiro Mauricio "Shogun" Rua, produziu uma das maiores lutas de todos os tempos do UFC, e foi Hendo que ganhou o combate por decisão unânime dos juízes. Devagar na tentativa de aplicar golpes, Shogun foi presa fácil para Henderson, que logo no começo do combate acertou bons chutes. O brasileiro até tentou equilibrar o primeiro assalto, ao acertar um soco que desestabilizou o rival. Porém, na tentativa de ir pra cima com suas marteladas, o brasileiro não conseguiu finalizar o americano. No segundo round, Henderson continuou mais veloz. O americano acertou bela combinação de direto, upper e cruzado que fez um bom estrago em Shogun, que começou a sangrar bastante, mas que permaneceu na luta. Hendo seguia dominando a luta no terceiro round. Acertou um cruzado no queixo do brasileiro, derrubou o rival e montou em cima para tentar o nocaute. Maurício Rua não se deu por vencido. Apesar de sangrar demasiadamente, ele resistiu e agarrou a perna do americano e quase imobilizou o arversário. Entretanto, foi só uma sobrevida no combate. Com postura determinada a vencer a luta após o intervalo, Shogun tomou a iniciativa. Acertou bela sequência de golpes e foi, pela primeira vez, mais eficiente que o americano. O brasileiro acertou um upper que deixou Henderson vulnerável, só que o cansaço não o deixou aproveitar o bom momento parar encerrar a luta. No quinto e último round, Maurício Rua foi novamente melhor. Buscou a luta e tentou acertar o americano, que soube se defender em todas as investidas e aguardou o final da luta. Na decisão dos juízes Hendo levou a melhor e agora está apto a desafiar o campeão dos meio pesados, Jon Jones - se ele vencer Lyoto Machida em confronto agendado para o UFC 140.
Fonte: IG


Inter 2 X 1 Botafogo. Colorado na zona da Libertadores

O Inter venceu o Botafogo por 2 a 1, no Engenhão, pela 36ª rodada do Brasileiro, neste domingo, e entrou na zona da Libertadores. Com a derrota, a quarta seguida na competição, o Alvinegro - que foi comandado pelo preparador de goleiros Flavio Tenius após a demissão de Caio Jr. - caiu para oitavo. Leandro Damião e Oscar marcaram para os gaúchos e Felipe Menezes descontou para o Alvinegro.


FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 2 INTERNACIONAL
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 20/11/2011 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e José R. do Nascimento Júnior (RJ)
Renda e público: R$ 127.095,00 / 5.483 pagantes / 7.840 presentes
Cartões amarelos: Alessandro, Everton, Antônio Carlos e Marcelo Mattos (BOT); D'Alessandro, Kleber, Muriel, Rodrigo Moledo, Nei e Bolívar (INT)
Cartões vermelhos: -
Gols:
 Leandro Damião 48'/1ºT (0-1), Oscar 28'/2ºT (0-2) e Felipe Menezes 31'/2ºT (1-2)
BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês (Everton - Intervalo); Marcelo Mattos, Renato, Thiago Galhardo (Felipe Menezes 22'/2ºT) e Elkeson; Herrera (Caio 17'/2ºT) e Loco Abreu - Técnico: Flavio Tenius.

INTERNACIONAL:
 Muriel, Nei, Bolívar, Rodrigo Moledo e Kleber; Guiñazu, Tinga, D'Alessandro (Elton 38'/2ºT) e Oscar (Fabrício 42'/2ºT); Gilberto (Andrezinho 27'/2ºT) e Leandro Damião - Técnico: Dorival Júnior


Fonte: LANCENET!