quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Guinãzu terá cidadania brasileira


Em breve o Inter terá apenas 4 estrangeiros. Guiñazu terá cidadania brasileira e poderá ser tratado como jogador do país. Entre os gringos do clube, restariam apenas Bolatti, D'Alessandro, Dátolo e Diego Forlán. Com isso, os prejuízos pelo excesso de jogadores de fora do cenário nacional seriam amenizados, ainda que a legislação brasileira permita, apenas, três estrangeiros entre os relacionados para as partidas e competições nacionais. O pedido foi feito a Guiñazu ainda quando Fernandão era o diretor técnico do clube. A dupla cidadania não impede o volante de defender a seleção argentina.
— Está nas mãos deles, mas se puder ajudar o Inter estou à disposição — garantiu Guiñazu.
— Nunca vou negar algo a um clube que me deu tanto, estou aqui à disposição para ser mais um gaúcho — completou o volante.
Convocação festejada
Guiñazu aproveitou para brincar com a convocação da seleção argentina para o amistoso contra a Alemanha, dia 15, em Frankfurt. Ainda que o chamado do técnico Alejandro Sabella faça com que o camisa 5 seja um dos desfalques colorados para a partida contra o Corinthians, no Pacaembu, El Cholo afirma que o grupo não sentirá sua falta.
— Lógico que tenho de agradecer a cada companheiro do Inter, sem eles eu não conseguiria este reconhecimento. Estou aproveitando e curtindo esse momento como ninguém. Estou triste, mas o Inter tem grandes jogadores. O que menos vão sentir é minha falta.

Sete cidades gaúchas estão na briga para receber seleções na Copa de 2014


Das 30 cidades gaúchas que tentaram se credenciar para hospedar uma seleção estrangeira durante o período de treinamentos para a Copa e nos primeiros jogos do Mundial de 2014, sete tiveram Centros de Treinamento de Seleções (CTS) aprovados pela Fifa: Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Farroupilha, Lajeado, Porto Alegre e Viamão. No Museu do Futebol, no Pacaembu, em São Paulo, a entidade e o Comitê Organizador Local (COL) da Copa anunciaram os 54 Centros de Treinamento de Seleções (CTS) aprovados e com contratos assinados depois das inspeções técnicas. As cidades entrarão em um caderno enviado pela entidade a seus filiados que ainda estão na briga por uma vaga na Copa de 2014. As próprias seleções escolhem onde vão fazer sua preparação, que normalmente começa cerca de 15 dias antes do pontapé inicial. Para as cidades, hospedar uma seleção é uma forma de receber torcedores e imprensa, e buscar exposição internacional. Os critérios definidos pela Fifa para os CTS são rígidos. O centro precisa ter, no mínimo:
Alojamento com 50 quartos com ar condicionado e/ou aquecedor
Restaurante com buffet capaz de atender a 50 pessoas, no mínimo
Sala para conferências de imprensa, em formato de cinema, com capacidade mínima de 100 pessoas
Centro esportivo com spa, piscina e área de ginástica
Campo de treinamento oficial, de preferência no mesmo local dos alojamentos, ou que exija, no máximo, 20 minutos de deslocamento.
Os CTS que não foram incluídas na lista da Fifa ainda terão duas chances. A entidade vai enviar, para as seleções, uma nova versão do documento no primeiro semestre de 2013 e, no final do ano, fechará uma lista final, que terá, no mínimo, 64 CTS listados. Centros que não foram classificados na primeira etapa podem modificar o projeto e tentar de novo, e novos locais podem ser escritos.
– Ficamos surpresos com o volume de inscrições nessa primeira janela – disse o gerente de competições e serviços do COL, Frederico Nantes.
Confira os centros selecionados no Rio Grande do Sul:
- Dall’onder Grande Hotel (Bento Gonçalves) e Estádio das Castanheiras (Farroupilha)
- Hotel e Spa do Vinho e Estádio Montanha dos Vinhedos (Bento Gonçalves)
- Inn Italy Hotel e Arena Lajeadense (Lajeado)
- Intercity Premium e Estádio Centenário (Caxias do Sul)
- Samuara Hotel e Estádio Alfredo Jaconi (Caxias do Sul)
- Vila Ventura (Viamão)
- Plaza São Rafael e Estádio da Ulbra (Porto Alegre e Canoas)
Fonte: Clicrbs

Vai começar o Campeonato Gaúcho para a Associação Nova Prata