segunda-feira, 22 de abril de 2019

Confira os campeões estaduais pelo Brasil


20 campeonatos estaduais de 2019 já têm seus campeões definidos.
Apenas sete estados ainda não conhecem seus vencedores: Acre, Amazonas, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Confira a lista dos campeonatos e seus respectivos campeões:
Gaúcho – Grêmio
Alagoano – CSA
Amapaense – Ypiranga
Amazonense – a final entre Manaus x Fast ainda vai acontecer.
Baiano – Bahia
Brasiliense – Gama
Capixaba – a final entre Real Noroeste x Vitória ainda vai acontecer.
Carioca – Flamengo
Catarinense – Avaí
Cearense – Fortaleza
Goiano – Atlético-GO
Maranhense – Imperatriz
Mato-grossense – Cuiabá
Mineiro – Cruzeiro
Paraense – Remo
Paraíbano – Botafogo
Paranaense – Athletico
Paulista – Corinthians
Pernambucano – Sport
Piauiense – River
Potiguar – a final entre América-RN e ABC ainda vai acontecer.
Rondoniense – a final entre Vilhenense e Ji-Paraná ainda vai acontecer.
Roraimense – o torneio ainda está na segunda fase.
Sergipano – Frei Paulistano
Sul-mato-grossense – Águia Negra
Tocantinense – o torneio ainda está na primeira fase.

Final da 21ª Copa Basalto de Futebol de Campo acontece no próximo sábado (27)!


No último sábado (20), foram disputados os jogos de ida da final da 21ª edição da Copa Basalto de Futebol de Campo.


Na disputa do título pela categoria B, a equipe do Gercan/Palmeiras levou a melhor e venceu o Serafina Corrêa pelo placar de 3X0 e, segue para a final com vantagem.


Pela categoria A, a decisão ficou para o jogo da final do sábado (27). Na primeira partida as equipes do Gercan/Palmeiras e Botafogo empataram em 2X2.
A final acontece no sábado (27), no Campo Municipal de Paraí, a parti das 13h15.

Trocando uma ideia: O Gauchão vai mudar


O Veranópolis Esporte Clube não vai disputar o gauchão da primeira divisão em 2020, o clube vai mudar de patamar, e busca o retorno em uma competição difícil, mas não impossível. O VEC vai disputar a Divisão de Acesso. Mas não é somente o Pentacolor que mudará de campeonato, mas o próprio Campeonato Gaúcho do ano que vem deve passar por modificações importantes. É isso mesmo, o gauchão está, possivelmente sem o dinheiro da TV, ou com menos, mudando sua formula para tentar, ele próprio, recuperar o dinheiro que fez até hoje a competição principal do estado andar. Vejam bem meus amigos, até este ano cada clube do interior recebia um milhão e pouco, o número certo nunca foi confirmado, e a dupla GRENAL recebia mais de treze milhões cada um, dinheiro que fazia com que as equipes, especialmente do interior pudessem montar times interessantes e competitivos. Pois bem, a FGF pensando em continuar faturando esta grana, pensa em mudar o campeonato da primeira divisão, que ficaria a partir de 2020 assim; Grêmio, Internacional e Brasil de Pelotas, que recebe uma cota e meia por participar da série B do Brasileiro, entrariam apenas na segunda fase. A primeira fase teria a participação dos nove times restantes que competiriam entre eles para apontar os cinco que se juntariam a dupla GRENAL e o Brasil de Pelotas, na segunda fase, neste primeiro momento estaria em jogo vaga para a Copa do Brasil e série D do Brasileiro. Aí as oito equipes seriam divididas em dois grupos de quatro, onde dois de cada chave avançariam para a semifinal, e em seguida sairiam os dois finalistas. Nesta nova formatação Internacional, Grêmio e Brasil começariam a disputar a competição apenas em Fevereiro, os outros em Janeiro, e em um campeonato mais curto, e ainda mais enxuto. Tudo isso para tentar sensibilizar a Globo em continuar comprando o campeonato de estado. Essa mudança está sendo discutida na FGF, e pode ser colocada em prática em 2020, falta o presidente Francisco Novelleto bater o martelo. Mais uma vez senhores, centenas de profissionais ficarão desempregados, pouco se pensa nas pessoas que trabalham com o futebol aqui no estado, e somente se pensa no financeiro. Sim, eu sei que sem o dinheiro da tv as coisas ficam mais difíceis para todos os clubes, mas convenhamos, um campeonato maior e mais longo ajudariam os clubes a se tornarem maiores e com torcedores mais fieis. Agora é esperar para ver se tudo isso se confirma. E o VEC, bom o VEC tem que se reconstruir e voltar a primeira divisão, e isso também depende de todos nós.