quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Veranópolis: VEC tem problemas para a estreia contra o Inter, mas vai com o que tem de melhor.


Nesta quinta feira a bola vai rolar para o Pentacolor, será o início do gauchão 2018, e o time comandado por Julinho Camargo está pronto para iniciar a competição, com alguns desfalques, mas pronto. Alguns jogadores não viajaram para enfrentar o Internacional no Beira Rio. Talles Cunha, que passou por uma intervenção cirúrgica, retirou menisco, já está em fase de recuperação, e fora dos primeiros jogos. Willian, atacante pentacolor, sentiu uma lesão no primeiro amistoso que o VEC realizou, e de lá para cá, não atuou mais. Willian continua em recuperação. E a surpresa para este jogo de estreia, Romano permaneceu na Palugana fazendo tratamento, e também não jogo contra o Internacional. Três jogadores para um grupo pequeno, é perda grande, e aí Julinho Camargo precisa buscar opções dentro do grupo para a montagem do time da estreia.
O possível time para jogar no Beira Rio nesta quinta feira poderá ter:
Reynaldo, Felipe Mattioni, Rafael Bonfin, Lêo Dagostini e Jadson, Bertotto, Fabrício, Jair, Eduardinho (Rogerinho), Juba e Wesley
O jogo inicia às 21 horas, e a 96,1 transmite para você. Tem Pré jornada às 18 horas e a partir das 20 horas, a jornada esportiva.

Veranópolis: Pentacolor andará mais este ano para jogar o gauchão. Fonte Esportchê.com. Confira


Confira as distancias que percorrerão as equipes do gauchão. O VEC fará o quarto maior percurso dentro do estado no campeonato.
Na primeira fase serão 12 times brigando por 8 vagas para a 2º fase e ao mesmo tempo lutando para não ficar entre os dois últimos e descer de divisão.
Serão 11 rodadas em um período de quase dois meses. Neste curto espaço de tempo de um jogo a outro, as equipes precisam pegar a estrada quase toda semana, muitas vezes em longas distâncias.
Nesta edição, o time que mais vai andar pelas estradas gaúchas será o São Paulo. Em cinco jogos como visitante, o time de Rio Grande vai percorrer 4.090 Km.
Já o Novo Hamburgo, é o que menos vai precisar viajar, apenas 1,116 Km em seis jogos. Para se ter uma ideia, o Leão do Parque na 5ª rodada já terá viajado mais que o Noia em toda primeira fase.
A partida que vai envolver as duas cidades mais distantes será entre São Luiz e São Paulo na 7ª rodada. A distância entre Rio Grande e Ijuí é de 555 Km.
Já as partidas de menores distâncias serão os confrontos do Cruzeiro, que jogará em Gravataí, com as equipes de Porto Alegre. A distância entre as cidades é de 30 km.

Confira a lista de quem mais vai viajar no Gauchão
1º São Paulo = 4,090 Km (5)
2º São Luiz = 3,638 Km (5)
3º Brasil = 3,544 Km (6)
4º Veranópolis = 2,959 Km (6)
5º Juventude = 2,406 Km (6)
6º Avenida = 2,222 Km (5)
7º Cruzeiro = 2,016 Km (6)
8º Caxias = 1,935 Km (5)
9º São José = 1,920 Km (5)
10º Grêmio = 1,704 Km (6)
11º Internacional 1,595 Km (5)
12º Novo Hamburgo 1,116 Km (6)