quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Veranópolis: Nova treinadora da Seleção Brasileira Feminina. Emily Lima, jogou no VEC na única experiência do time em um campeonato feminino


A Confederação Brasileira de Futebol anunciou, na tarde de terça-feira (1ª), que Osvaldo Alvarez (Vadão) não é mais técnico da seleção brasileira de futebol feminino. A CBF anunciou, também, que Emily Lima ficará em seu lugar. Com isso, é a primeira vez que uma mulher assume a seleção brasileira de futebol feminino. Emily treinou até a semana passada a equipe do São José, time com o qual chegou à final da Copa do Brasil de Futebol Feminino. O primeiro compromisso dela no comando da equipe nacional será o Torneio Internacional de Manaus, em dezembro desse ano. Antes de treinar a Águia do Vale, Emily treinou as seleções brasileiras sub-15 e sub-17.

Trajetória de Emily

Jogadora de futebol por 15 anos e técnica há 5, Emily traz a experiência da ação dentro das quatro linhas e o trabalho na preparação das atletas de base. Nascida em São Paulo, em 29 de setembro de 1980, ela tem 34 anos, 20 deles dedicados ao futebol feminino.
Como atleta, Emily começou a carreira em 1994, no Saad. Depois jogou no São Paulo, Palestra - de São Bernardo - Barra - de Teresópolis (RJ), Santos e Veranópolis (RS). Em 1997 ela serviu a Seleção Brasileira Sub-17 e, em 2004, participou do grupo convocado para a equipe principal durante a preparação para a Olimpíada de Atenas, na Grécia.
Emily se transferiu em 2001 para a Europa, onde atou por oito anos: sete na Espanha e um na Itália. Ela jogou nas equipes castelhanas Estudiantes de Huelva, Puebla de la Calzada, Prainsa - de Zaragoza - e L’Estartit - na Costa Brava. Em 2010, mudou-se para o Napoli e encerrou a carreira no mesmo ano.
Já em 2011, Emily iniciou o trabalho em comissão técnica, como supervisora e assistente da Portuguesa. Na mesma temporada, foi contratada como treinadora do Juventus, de São Paulo, e ficou no clube até março de 2013, quando foi chamada para comandar as equipes sub-15 e sub-17 do selecionado nacional. Ela chegou ao São José em 2015.

Veranópolis: VEC/Faucon perdeu para o Inter, mas mesmo assim terminou em segundo e joga em casa o segundo mata mata da próxima fase


O time não venceu, a vaga para a próxima fase já havia sido conquistada, mas a briga era para terminar na segunda ou primeira colocação, e mesmo perdendo permaneceu na segunda colocação, e trás para dentro do ADF o último jogo dos mata mata. O VEC/Faucon beneficio-se da vitória do Caxias sobre o Lajeadense, e permaneceu em sua posição do início da rodada. 
Na tarde de quarta feira o VEC fez uma grande partida contra o Internacional, não ganhou por detalhes, perdeu muitos gols e fez um segundo tempo quase perfeito, foram pelo menos seis chances de gol desperdiçadas pelo Pentacolor. O gol do VEC/Faucon foi marcado por Lucca, e agora enfrenta-rá o Novo Horizonte pela segunda fase do campeonato. O primeiro jogo será em Esteio, na próxima quarta feira, dia 9. O jogo da volta será no sábado, dia 12 no estádio Antônio David Farina. A expectativa agora é de que o VEC/Faucon possa ultrapassar mais esta fase, e aos poucos, chegar mais perto do objetivo do Timaço do Peito, que é, alem de formar atletas, buscar títulos nas categorias de base.