quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Arbitragem faz pré-temporada para o Gauchão

Pré-temporada não é exclusividade de jogador. Nesta quarta e nesta quinta-feira, árbitros e bandeirinhas da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) realizam no Sesc Campestre, na Capital, sua preparação para o Gauchão. Mas somente os aprovados no teste que ocorrerá na próxima quarta-feira (28) estarão aptos a atuar no campeonato. São 21 árbitros e 32 bandeirinhas que realizam as atividades coordenadas pela Comissão de Arbitragem da FGF. Entre eles, nomes conhecidos como Leandro Vuaden, Anderson Daronco e Jean Pierre Lima. Além de exercícios físicos, que aprimoram a precisão em momentos polêmicos, como impedimentos e confusões entre jogadores, os profissionais do apito cumprem carga horária em sala de aula, em cursos sobre as regras da Fifa. Também realizam prova teórica, com 25 questões objetivas, onde precisam ter no mínimo 70% de acerto para não ficar de fora do Gauchão. Chama a atenção também a presença de duas assistentes entre os que realizam a pré-temporada. A mais nova, Luiza Reis, 27 anos, já foi bandeirinha alguns jogos do Gauchão no ano passado. Para 2015, Andreza Mocelin, 32 anos, também tenta passar nos testes da FGF. Mas, mesmo se aprovadas, ainda vai demorar para a torcida ver uma delas em jogos da dupla Gre-Nal.

VEC empatou com o Planalto, e tem convite e novo jogador chegando.

O VEC empatou seu segundo amistoso em preparação para o Campeonato Gaúcho de 2015. O jogo em dois tempos de trinta minutos foi contra o Planalto, time campeão amador de Veranópolis. No jogo Julinho Camargo usou dois time, e diferentemente do primeiro amistoso, neste segundo ele iniciou com o time que havia encerrado o primeiro amistoso. No amistoso a comissão técnica Pentacolor buscou avaliar todos os jogadores, e Julinho observou se os trabalhos até aqui realizados estão sendo entendidos pelos jogadores em campo. Na segunda etapa o Planalto pouco atacou, na maior parte do jogo a bola esteve com o VEC, tendo o adversário a incumbência apenas de se defender. O grande volume de posse de bola do VEC não resultou em gol. Agora o Veranópolis Esporte Clube terá pela frente o Juventude, este sim será um amistoso para avaliar o time que deverá estrear contra o Cruzeiro no dia primeiro de Fevereiro.

ATACANTE
O Veranópolis já tem o atacante contratado para o gauchão. O jogador que virá para a vaga de Soares, deverá ser anunciado na sexta feira. A direção de futebol, através do gerente Ademir Bertoglio, adiantou que este jogador vem do futebol Paulista, e que já jogou nas séries A e B do brasileiro. É um jogador que já vem trabalhando, e que será o 9 do VEC. O torcedor somente poderá saber quem é esta contratação na sexta feira.

INAUGURAÇÃO DE ILUMINAÇÃO
A direção da Associação Nova Prata convidou o VEC para a inauguração dos refletores do Estádio Mário Cini. A data do jogo do jogo é 25 de Fevereiro, uma quarta feira. O amistoso se torna possível, pois nesta data o Internacional jogará pela Copa Libertadores, por este motivo não haverá rodada do Campeonato Gaúcho. O jogo entre ANPE X VEC reeditará depois de muitos anos o clássico regional que antigamente era conhecido com PRAVER. Será com certeza um grande jogo.


Julinho Camargo falou ao CLICRBS. Confira:


Em seu terceiro ano seguido à frente do Veranópolis, Julinho Camargo busca montar uma equipe boa e barata para a disputa do Gauchão. Sem o dinheiro que viria da GM, que desistiu de patrocinar o campeonato, o clube da Serra investiu menos para a formação do grupo, que contará com 23 jogadores. O técnico admite as limitações de seu time, mas aposta no trabalho a longo prazo para buscar uma vaga entre os oito melhores e avançar ao mata-mata. Em entrevista a ZH, Julinho fala das perspectivas do VEC para este ano, sua identificação com a dupla Gre-Nal e também de sua curta trajetória como técnico do Grêmio. 

Você foi mantido no VEC pela boa campanha do ano passado.
Estou indo para meu terceiro ano consecutivo. O quarto, no total (2004 foi seu primeiro ano no VEC). Em 2013, a gente foi até a semifinal. Ano passado, saímos nos pênaltis para o Caxias nas quartas de final após um jogo muito equilibrado. E também brigamos pelo título do Interior. Agora, contratamos menos. Mas buscaremos uma campanha de regularidade.

Trabalho em longo prazo faz a diferença?
Faz muita diferença. Fiz bons projetos desta forma, no sub-15 do Inter e também nos juniores do Grêmio. A sequência das temporadas faz com que o trabalho flua e se fortaleça. Também tive boa passagem pelo já extinto RS Futebol, de Alvorada, em que revelamos Thiago Silva, Naldo (zagueiros do PSG-FRA e Wolfsburg-ALE) e Ederson (meia da Lazio-ITA).

Até onde o Veranópolis pode ir no Gauchão?
Temos de ser realistas, vamos brigar no meio da tabela. Sem falsa modéstia, temos jogadores muito compenetrados. Nossa estrutura é simples, mas tudo é feito com carinho. As pessoas da cidade apoiam muito o trabalho do clube, abraçam de verdade. Isso te dá um ótimo ambiente de trabalho. Em um Gauchão tão equilibrado, é algo que pode nos ajudar. 

Qual é o principal destaque do seu grupo?
A grande força é o conjunto. Uma das referências é o Eduardinho, meia que é o capitão do time. O Lê, nosso centroavante, também trabalha muito bem. Estes dois já são de casa, vão para o quarto ano seguido conosco. O Leonardo Agostini (zagueiro), que permaneceu do ano passado. Também trouxemos reforços como o Claytinho (meia) e o Felipe Guedes (volante, ex-Grêmio). 

Com o equilíbrio dos times do Interior, o que pode fazer a diferença?
Vai muito do encaixe da equipe. É claro que a dupla Ca-Ju, o Lajeadense e o Brasil-Pel largam na frente. O fato de o Veranópolis não jogar a Série D atrapalha nosso processo como equipe. Pega o Grêmio, por exemplo. Além de ser o Grêmio, parou de jogar há um mês atrás. Temos esta dificuldade, nos reapresentamos em 2 de janeiro. Vamos nos encontrar a partir da quinta rodada.

Como o VEC pode fazer frente à dupla Gre-Nal?
Para nós do Interior, vencer Grêmio ou Inter é algo muito difícil e raro. Nosso adversário não é a dupla Gre-Nal. Claro que qualquer ponto contra eles será muito comemorado. Mas eles estão em um patamar muito acima. O estado tem de se unir para fortalecer o Interior. O ideal era ter dois ou três clubes na Série B, já estamos atrás de Santa Catarina neste aspecto.

Sua passagem pela dupla Gre-Nal ajuda em um confronto?
Com certeza. Trabalhei por 15 anos nos dois clubes, minha escola toda foi no Beira-Rio e no Olímpico. E nestes dois lugares aprendi o caminho da vitória. Tive várias conquistas na base, também a honra de dirigir o time profissional do Grêmio. É algo que você leva para sua carreira como experiência. 

Por que sua passagem como técnico do Grêmio foi tão curta?
O clube vivia uma turbulência política muito grande. Quando cheguei, houve a troca no comando do futebol e eu não tive sustentação política para seguir com meu trabalho. Em pouco mais de um mês, não tive maus resultados (1 vitória, 3 empates e 2 derrotas). Era um momento delicado, mas não guardo ressentimento. Tenho carinho e agradecimento pelo Grêmio.

Se vê em condições de assumir um grande clube novamente?
Acho que é uma questão de gosto, de pessoas que tenham poder de decisão optarem pelo meu trabalho. Preparado estou há muito tempo. A gente sempre busca crescer como profissional, estou terminando meu mestrado, me aperfeiçoando. Acho que as coisas acontecem naturalmente, devagar. Tenho 44 anos de idade e muito tempo para trabalhar ainda.

Fonte: CLICRBS

Resultados, classificação e próximos jogos do Camp. de Verão do União em Nova Prata

Resultados, décima rodada, terça-feira 20/01/2015:
1º JOGO: MASCULINO CHAVE “D”
BARCELONA FUTSAL NOVA PRATA 7 X 2 AMÉRICA – NOVA PRATA


2º JOGO: MASCULINO CHAVE “A”
LAGOA FUTSAL – LAGOA VERMELHA 5 X 1 CMD SÃO JORGE

3º JOGO: MASCULINO CHAVE “B”
VILA SAPO – NOVA PRATA 3 X 0 VILA NOVA – VERANÓPOLIS


Próximos jogos - décima primeira rodada, hoje, quarta-feira, dia 21 com início às 20:00h:
1º JOGO: FEMININO CHAVE “B”
SEÑORITAS – GUAPORÉ X FFC - VERANÓPOLIS

2º JOGO: MASCULINO CHAVE “A”
INDEPENDENTE – VERANÓPOLIS X SPARTACUS – NOVA BASSANO

3º JOGO: MASCULINO CHAVE “D”
HOOLIGANS – NOVA PRATA X CHELSEA/C.M.D. IBIRAIARAS