quarta-feira, 23 de maio de 2012

Assis provoca confusão na loja do Flamengo

A relação entre Ronaldinho e o Flamengo parece próxima de um desfecho não muito amigável. Exemplo disso foi o constrangimento por que passaram funcionários da loja oficial do clube, na noite de terça-feira, durante uma visita inesperada do irmão e empresário do craque, o ex-jogador Assis. Com calma, Assis foi empilhando camisas e outros artigos referentes ao irmão no balcão da loja. Inicialmente, contou com a ajuda de alguns vendedores. Aos poucos, porém, eles notaram que havia algo estranho na atitude do empresário. Quando ouviram dele que não pagaria pelos produtos, chamaram o vice-presidente de Finanças do Flamengo, Michel Levy. Assis e o dirigente tiveram uma conversa demorada e tensa. O irmão de Ronaldinho deu a entender que agia daquela forma como protesto por uma dívida no pagamento de direitos de imagem do clube com o jogador. Michel Levy não impediu que o "comprador" deixasse a loja com um enorme pacote de camisas, calções e toalhas – tudo com referência ao camisa 10 do Flamengo. Nesta quarta-feira, a presidente do Flamengo, Patricia Amorim, pediu que Michel Levy não falasse do caso. Enquanto isso, Assis mudou o discurso, afirmando que, por contrato, Ronaldinho Gaúcho teria direito a uma cota de produtos licenciados. E que, por isso, ele foi à loja na sede do clube. Assis acrescentou que nem o total de produtos de 50 lojas similares seria suficiente para saldar a dívida do Flamengo com Ronaldinho. A assessoria de Patricia Amorim disse desconhecer o item citado pelo empresário no contrato com o jogador.

Lucas Silva acertou com a Associação Nova Prata

Está confirmado. Lucas Silva foi anunciado como novo jogador da Associação Nova Prata. O jogador que é conhecido em Nova Prata como Lucas "Loko", estava no Ipiranga de Erechim no Campeonato Gaúcho, durante a competição sofreu uma lesão e ficou afastado por alguns jogos, retornando mais para o final do gauchão. Lucas, já jogou pela Associação Nova Prata no ano passado na copinha, campeonato que aconteceu no segundo semestre. Na passagem pelo tricolor da serra, mostrou empenho, dedicação e muita força, o que garantiu seu retorno ao Estádio Mario Cini. Lucas chega para ser o goleador da ANP na competição.

Entrou água na série C e D. O VEC estava certo?

As Séries C e D do Campeonato Brasileiro não têm mais data prevista para começar. Atendendo a um mandado de garantia, com pedido de liminar do Santo André, o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Rubens Approbato, determinou no fim da tarde desta quarta-feira a suspensão das competições. A decisão vale até que haja uma solução definitiva, em juízo, das ações e medidas judiciais que colocam em risco a disputa. Além do Santo André, Treze/PB, Rio Branco/AC, Brasil de Pelotas/RS e Araguaína/TO brigam por vagas na Terceira Divisão. Depois que a CBF acatou a liminar da Justiça Comum gaúcha para incluir o Brasil de Pelotas na Série C, o Santo André, que automaticamente perdeu a vaga, briga para não se ver fora da competição nacional. Uma decisão da Justiça paraibana, publicada na última sexta-feira, também determina a inclusão do Treze na competição, no lugar do Rio Branco/AC. Mas a equipe do Acre conta com decisão estadual da Justiça garantindo o seu lugar. Além da preocupação com o andamento das competições, o presidente do STJD se mostra preocupado com as normas da Fifa. 
“É óbvio que a soberania de cada País pode editar normas a respeito de matéria desportiva. Mas, sendo essas normas contrárias às da Fifa, a entidade internacional pode, sem ferir a soberania do País, desfiliar o atleta, o clube ou a entidade a ela filiados”, destaca Rubens Approbato em seu despacho desta quarta. A Fifa proíbe que as federações a ela filiadas tenham litígios em órgãos do Judiciário que não pertencem exclusivamente ao esporte. Assim, este imbróglio judicial pode gerar punições e até o desfiliamento da CBF junto à Fifa. A entidade máxima do futebol será comunicada desta decisão do STJD. As Séries C e D nacionais estavam previstas para começaram neste próximo final de semana, com rodadas pelo país afora. Agora, somente após resolvidas essas pendências é que as equipes poderão ir a campo, seja lá quais elas são. As informações são da Justiça Desportiva.