terça-feira, 19 de abril de 2011

Jogadores do VEC foram para o Brasil de Farroupilha


Kito
Eduardinho
O Brasil-Fa segue se reforçando para a segunda fase da Segundona Gaúcha. A direção do clube de Farroupilha anunciou nesta terça-feira as contratações dos atacantes Kito, ex- VEC e Juventude, e Rafael Xavier, ex-São José-PoA. Eles devem estrear no domingo, contra o 14 de Julho, nas Castanheiras.
Kito foi titular do próprio Brasil-Fa no ano passado, quando o time chegou ao quadrangular final da Segunona, mas acabou perdendo a vaga para Cruzeiro-PoA e Lajeadense. O atacante também já atuou por Juventude e Veranópolis, e estava no Brusque-SC.
Já Rafael Xavier fez boa campanha no Zequinha, inclusive marcando gols importantes na Copa do Brasil e no Gauchão 2011, como nas vitórias de 1 a 0 sobre o Paulista-SP, 2 a 0 no Juventude e 5 a 2 no Caxias.

Outros reforços para a segunda fase: Luiz Müller (goleiro, ex-Veranópolis), Tiago Renz (volante, ex-Juventude), Eduardinho (volante, ex-Novo Hamburgo) e Marcos Paraná (meia, ex-Juventude). 

Direção do Veranópolis considera satisfatória campanha do time no Gauchão

Diretoria do VEC
Após ser eliminado nas quartas de final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho 2011 — Taça Piratini —, o Veranópolis projetou dar um passo a mais na Taça Farroupilha. A ideia era chegar até a semifinal, mas nem com a ajuda dos reforços que chegaram o time conseguiu o objetivo. E acabou eliminado da competição na fase de grupos. No segundo turno do Gauchão, o Veranópolis venceu duas vezes, empatou duas e perdeu três. Terminou na sexta colocação do Grupo 2, com oito pontos — quatro a menos que o Santa Cruz, último classificado da chave. Apesar da campanha, a direção considera satisfatória a participação do time na competição. Para Vilson Roncato, é preciso levar em consideração os investimentos do clube para a disputa.
— A minha avaliação do Veranópolis não deixa de ser positiva, em função do que o Veranópolis disponibiliza para o Campeonato Gaúcho. O objetivo era classificar nos dois turnos, mas só conseguimos no primeiro. No segundo, chegamos na última rodada com chances. Não posso dizer que o ano foi ruim — afirmou o presidente Vilson Roncato, lembrando as últimas participações do clube no Gauchão.
Nos últimos anos o Veranópolis fez boas campanhas do estadual, com exceção de 2008 quando ficou na 11ª posição. Em 2007, o time foi o terceiro colocado. Em 2009, terminou a competição no quarto lugar. No ano passado, foi o quinto.

Problemas extracampo

O Veranópolis teve problemas com jogadores durante a campanha no Gauchão. Marcos Paraná e Gílson foram dispensados após uma confusão envolvendo os dois atletas. Segundo Roncato, o incidente acabou prejudicando o clube:
— Tivemos esse problema extracampo e infelizmente foi com um dos jogadores que apostávamos mais, o Marcos Paraná. Ele era o jogador que tínhamos como diferencial — diz.
A decisão de afastar os dois jogadores foi tomada para que os problemas não tomassem conta o vestiário pentacolor:
— Quando aconteceu essa confusão, achamos melhor dispensar. Até para moralizar, para não servir de exemplo para os demais. Logicamente que o clube sentiu com isso, não tínhamos reposição.

Mudanças no comando
A troca de técnicos também marcou a campanha do Veranópolis na temporada. Ao longo do Gauchão, a equipe foi comandada por quatro treinadores diferentes. Edson Porto começou a competição, mas acabou demitido na quinta rodada. Leandro Machado assumiu o time e ficou até a oitava rodada.
Na disputa das quartas de final, contra o Caxias, Ademir Bertoglio comandou os jogadores interinamente. Para o segundo turno, chegou um velho conhecido do clube: Gilmar Dal Pozzo.

— O Veranópolis nunca teve três comandos técnicos — lembra Roncato.


Fonte: Clicrbs

Campeonato Brasileiro de Quatrilho




O 7º Campeonato Brasileiro de Quatrilho, uma das atividades paralelas à 8ª Femaçã, contou com a participação de 161 pessoas. A competição foi disputada no salão principal da Sociedade dos Motoristas, em Veranópolis, que ficou lotado no sábado, dia 16. De acordo com Márcio Santini, um dos integrantes da comissão organizadora, da Associação Brasileira dos Amigos do Quatrilho, jogaram esportistas de quatro estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso. Ele comentou que a festa se tornou um atrativo a mais
para o evento e saudou a receptividade da comunidade de Veranópolis. “A hospitalidade dessa região é acima das expectativas, por isso muitos vieram acompanhados de suas famílias para visitar a Femaçã também”, afirmou.
 Os vencedores foram definidos no final da noite:
1º Lugar – Luiz Carlos Grando- União da Vitória – PR – 358 pontos
2º Lugar – Pedro Gaieski – Nova Bassano – RS – 322 pontos
3º Lugar – Florisval Dal Cortivo – Ibiam – SC – 297 pontos
4º Lugar – Nelson Vicente Chiapinotto – Carlos Barbosa – RS – 285 pontos
5º Lugar – João Paulo Marcon – Cotiporã – RS – 285 pontos
6º Lugar – Alcides Rigo – Veranópolis – RS – 281 pontos
7º Lugar – Primo Bortolanza – Farroupilha – RS – 274 pontos
8º Lugar – Ulisses Gazzola – Antonio Prado – RS – 273 pontos
9º Lugar – Antoninho Luiz Tonin – Farroupilha – RS – 272 pontos
10º Lugar – Marcio Tonello – Bento Gonçalves – RS – 265 pontos