sábado, 15 de novembro de 2014

FGF perde patrocinador. Chevrolet deixa de repassar mais de 2 milhões. E agora??

A GM (Chevrolet) desistiu de patrocinar o Gauchão 2015, depois de uma parceria de dois anos com a Federação Gaúcha de Futebol (FGF). A montadora já comunicou aos dirigentes a decisão. O contrato envolvia cerca de R$ 2 milhões, dinheiro que seria distribuído entre os 16 clubes da competição, que começa em fevereiro. A GM mudou de estratégia. Parte dos seus esforços no futebol está concentrado na Seleção Brasileira desde que ocupou o lugar da Volkswagen, associada da CBF desde 2009. A FGF está no mercado em busca de um novo patrocinador master para o Gauchão, seu principal produto, e de uma cota de R$ 2 milhões anuais. Em Brasília, a Caixa é um novo, porém difícil, alvo. O banco investe dinheiro em Santa Catarina, mas não vê o futebol do Rio Grande do Sul com os mesmos olhos.

Esportivo tem novo técnico, é Rodrigo Carpegiani

O Esportivo já tem novo técnico para a próxima temporada. É Rodrigo Carpegiani, 38 anos. Ele será o responsável por tentar reconduzir o time de Bento Gonçalves para a elite do futebol gaúcho. A apresentação oficial deve ocorrer na semana que vem. Filho do também treinador Paulo Cezar Carpegiani, Rodrigo é identificado com a base. Em 2003, comandou o RS Futebol na Série C, revelando jogadores como o zagueiro Thiago Silva, da Seleção, e o meia Ederson, hoje na Lazio. Além disso, foi auxiliar do pai em vários clubes, como Vitória-BA, Ponte Preta e São Paulo. Ele será o substituto de Julio César Nunes, demitido após a boa campanha na Copa Serrana. Nesta semana, Rodrigo foi um dos técnicos da seleção gaúcha sub-19, que disputou dois amistosos contra o time sub-20 do Uruguai, sendo o de quinta-feira uma vitória de 2 a 1 em pleno Estádio Centenário, em Montevidéu.