quinta-feira, 14 de junho de 2012

Novo Treinador do Caxias - Joel Cavalo


O Caxias deixou qualquer ousadia de lado e vai encarar 2012 com os pés no chão. É com esta filosofia que a diretoria do clube apresentou, na tarde de ontem, Joel Cavalo para ser o comandante do Gualicho na divisão especial do Campeonato Catarinense. O campeonato começa em três semana e o treinador terá que correr contra o tempo para deixar o grupo pronto para a estreia.
Joel é ex-atleta profissional. Atuou em vários times do futebol gaúcho, como a dupla Caxias e Juventude, e chegou a jogar no Fluminense, quando venceu a Série C, em 1999, sob o comando de Carlos Alberto Parreira. Está há três anos trabalhando como técnico. Comandou times da segunda divisão gaúcha e paranaense, mas ainda não conquistou um título.
“Quem sabe possa ser agora, no Caxias. Vamos tentar fazer um trabalho para ser reconhecido no final”, afirma.
De acordo com José Wilson, presidente da Sociedade Amigos do Caxias (SAC), a vontade é de fazer um projeto de no mínimo dois anos com o novo treinador. Em 2012, o objetivo é não cair e se estruturar para que em 2013 o time possa dar um salto de qualidade e chegar à elite do futebol catarinense.
Para não voltar a repetir os erros do ano passado, quando os atletas passaram alguns meses sem receber salários e até ameaçaram não entrar em campo, a aposta será na utilização de atletas dos juniores.
“Vamos trabalhar em 2012 dentro das nossas condições. Vamos fazer um bom trabalho de base e plantar hoje para colher daqui dois anos”, explica o dirigente. 

Conheça o Caxias de Joinville - Santa Catarina
O Caxias Futebol Clube foi fundado em 12 de outubro de 1920, por vários simpatizantes de um esporte que então ainda dava seus primeiros passos na Manchester Catarinense. Vários clubes se iniciavam na nova arte, sendo o mais proeminente o América Futebol Clube, fundado seis anos antes.
Entre os pequenos de então se encontravam o Vampiro e o Teutônia. Seus adeptos resolveram juntar forças para fundar uma agremiação maior. Reunidos na propriedade dos Marquardt, na esquina das ruas São Pedro (atual Ministro Calógeras) e São Paulo, Antônio Vian, Armandos Paul, Edgar Schneider, Felipe Zattar, Genoviano Rodrigues, Jaser Vieira, Joaquim das Neves, João Lorenzi, Osvaldo Marquardt, Paulo Kock e Rigoletto Conti fizeram surgir o Caxias Futebol Clube, nome dado em homenagem ao Duque de Caxias, Patrono do Exército Brasileiro. As cores escolhidas foram o branco do Teutônia e o preto do Vampiro. Surgia assim um adversário à altura do alvi-rubro. Seu primeiro presidente foi Osvaldo Marquardt. O primeiro prélio registrado entre aqueles que se tornariam os maiores rivais do futebol joinvilense se deu no campo do América, então situado na Rua do Mercado (atual Av. Procópio Gomes), esquina com a atual Rua Padre Kolb, onde hoje está o SENAI. Foi disputado em 6 de março de 1921, como parte das festas pelo 70º aniversário da cidade. E o alvinegro ganhou por 2 a 1. Marcaram Afonso Kruger e Waldemar Moreira para o Caxias, descontando Alfredinho Zattar para o América. O time do primeiro clássico foi: Paschoa, Camarão, Braga, Mané Gaspar, Paulo Koch, Joaquim da Neves, Carlos Butschardt, Afonso Kruger, Carlos Lopes, Candinho e Waldemar Moreira.

Torcedores exibem faixa com a palavra “vergonha” no Olímpico

A derrota para o Palmeiras na quarta por 2 a 0 deixou a torcida frustrada. No treinamento desta quinta-feira, um grupo de torcedores exibiu uma faixa com a palavra “vergonha” no estádio Olímpico. Pouco depois, a segurança do clube ordenou que o material de protesto fosse retirado do local. Os funcionários do Grêmio alegaram que é proibido colocar qualquer coisa na mureta das arquibancadas, mesmo se fosse com uma mensagem de apoio. O técnico Vanderlei Luxemburgo repudiou a atitude dos torcedores. Segundo ele, os responsáveis pela faixa não representam a torcida do Tricolor. “Essa meia dúzia que colocou a faixa de vergonha ali não representa o Grêmio. Não representa os 46 mil torcedores que estiveram aqui ontem (na quarta, contra o Palmeiras). Eles não representam absolutamente nada. Acho que eles precisam saber que nossos jogadores estão lutando e trabalhando para o conquistar títulos para o time”, concluiu o treinador.

Fonte: Clicrbs

Liminar que colocava o Brasil-Pel na C é destituída e gaúchos jogarão a Série D


A liminar concedida pelo desembargador José Aquino Flôres de Camargo, que obrigava a CBF a incluir o Brasil-Pel na Série C do Brasileirão, foi destituída nesta quinta-feira, em decisão da 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS). Assim, o time pelotense fica excluído da competição. O Brasil ingressou na Justiça Comum para reverter a perda de seis pontos na disputa da terceira divisão de 2011, em virtude da inclusão de um jogador sem condição legal — o lateral Cláudio deixou de cumprir a suspensão automática resultante de sua expulsão na última partida da Série C de 2010. Antes da decisão do Tribunal de Justiça, na sede da CBF, no Rio, o presidente da entidade, José Maria Marin, procurou convencer os dirigentes e os advogados de Brasil-Pel, Treze-PB, Araguaína-TO e Rio Branco-AC a retirarem as ações na Justiça Comum. A reunião foi tensa. Marin, que saiu irritado, ofereceu novo prazo aos clubes, até segunda-feira. Caso insistissem em misturar futebol e Justiça Comum, levaria os casos para a Fifa.

Dener ex VEC e Grêmio vai jogar no Vitória

Na quarta-feira o diretor de futebol do Vitória, Raimundo Queiroz, concedeu uma entrevista coletiva na Bahia, em que confirmou a contratação do lateral-esquerdo do Grêmio Dener que no gauchão deste ano jogou pelo Veranópolis Esporte Clube, e foi um dos destaques do Pentacolor da Serra, bem como do campeonato. O jogador foi liberado por Vanderlei Luxemburgo por conta do excesso de jogadores e já acertou o contrato. Ele será apresentado nesta sexta-feira. Boa sorte ao jovem Dener, e que tenha sucesso no Vitória.

Segunda Divisão pode ter novo chaveamento. ANP aguarda.


O Esporte Clube Uruguaiana não irá disputar a Série B do Campeonato Gaúcho. Com a ausência da equipe, a tendência é que a entidade anuncie um novo chaveamento para a competição.

- Vamos trabalhar no ajuste dos grupos, mas não podemos detalhar informações. Queremos definir até amanhã, garante o assessor do departamento profissional, Luciano de Oliveira(Pavão).


Confira a nota no site da FGF
" A Federação Gaúcha de Futebol, através de sua Presidência e de seu Departamento de Futebol Profissional, comunica que o  Esporte Clube Uruguaiana NÃO ESTÁ HABILITADO A DISPUTAR o Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão de Futebol Profissional no ano de 2012, por não apresentar a esta federação a documentação necessária para a criação do Departamento de Futebol Profissional no prazo determinado de 30/05/2012, nem na prorrogação concedida para 06/06/2012."
O profissional também não descartou que um novo clube possa ser incluso no campeonato, no entanto, a chance é considerada remota. O Flamengo de Alegrete havia demonstrado interesse durante o congresso técnico realizado para a elaboração do certame.

Regulamento e carnê
A FGF pretende disponibilizar, até o dia 20 deste mês, o regulamento para a Segunda Divisão. Até aqui apenas os participantes e a pré-divisão de chaves foram estabelecidos pelo órgão. Já a primeira rodada deve ser encaminhada aos clubes até o final de junho. 

Fonte: Copero FC

Sábado tem AAV