quinta-feira, 20 de junho de 2019

Trocando ideia: Copa América


Estamos em plena Copa América, e o Brasil mais uma vez está em campo buscando mais um título. Em casa, a seleção comandada pelo técnico da maior conquista do VEC, Adenor Bachi o Tite, busca afastar todas as desconfianças, e com um grupo que agrada a uns, e desagrada a outros garantir a sua permanência para a próxima Copa do Mundo. A 46ª edição dessa tradicional competição sul-americana está sendo realizada pela 5ª vez no Brasil. Para esse ano, a novidade é a participação das seleções do Catar e do Japão, que juntos com os 10 países federados da Conmebol, disputam a competição até o dia 07 de julho, quando se joga a final no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro. Então meus amigos, nada melhor que conhecer um pouco da história desta grande competição. A primeira edição da Copa América reconhecida pela Conmebol aconteceu em 1916, na Argentina, com a participação de apenas 4 seleções: a Argentina, o Brasil, o Chile e o Uruguai, sagrando-se este último, campeão da competição. Curiosamente, a própria Conmebol foi fundada em meio a essa competição, sendo criada pelas seleções participantes no dia 09 de Julho de 1916. No ano seguinte, foi realizada a segunda edição da competição, dessa vez com sede no Uruguai e a celeste ficou novamente com o título. O Brasil sediaria a sua primeira Copa América em 1919, na terceira edição, e conquistaria também seu primeiro título continental, ao vencer os bicampeões uruguaios pelo placar de 1 x 0. Em 1920 foi a vez do Chile sediar a competição e o Uruguai voltou a ser campeão, chegando ao terceiro título, em 4 disputados. A partir de 1921 iniciou-se então o ingresso dos demais países na confederação. O primeiro foi o Paraguai, em 1921, seguido do Peru em 1925, da Bolívia em 1926, do Equador em 1927, da Colômbia em 1936, e por fim a Venezuela em 1952. Entretanto, após a primeira copa do mundo, realizada no Uruguai em 1930, houve divergências entre as federações da Argentina e do Uruguai e a competição deixou de ser realizada por vários anos. Posteriormente, a falta de organização e regularidade do torneio fez com que algumas edições fossem por muito tempo consideradas não oficias pela Conmebol, reconhecidas apenas décadas depois. Ou seja, a velha desorganização da Conmebol desde as suas origens. Depois da edição de 1967, a Copa América não foi realizada durante 8 anos. Em 1975, o evento foi retomado e não tinha país sede, sendo jogado em todos os países participantes. Esse formato permaneceu até 1987, quando a Conmebol decidiu retomar o formato com país sede definido. Assim, entre 1987 e 2001, o torneio passou a ser realizado a cada 2 anos, sempre alternando o país sede entre as 10 confederações afiliadas da Conmebol. Depois, entre 2001 a 2007, o torneio passou a ser disputado a cada 3 anos e, a partir de 2007, a cada 4 anos, tendo como exceção, o evento especial comemorativo ao centenário do torneio em 2016. Quem será o campeão desta edição é o que veremos logo mais aí adiante.