domingo, 5 de abril de 2015

Obrigado Ipiranga pelo presente

Opaaaa! Que belo presente recebi do pessoal do Ipiranga aqui de Veranópolis. Agradeço a todos pela gentileza, em especial o Jacinto Tadiotto pelo presente. Muito obrigado e contem sempre com o blog para noticiar as atividades esportivas do Ipiranga, que aliás está preparando um vídeo sobre a trajetória deste clube tradicional de Veranópolis. A voz do vídeo e minha, e a produção é do Valdemar Barbieri com produção do próprio Ipiranga e colaboradores, vai ser um belo trabalho. Valeu Ipiranga.

Nova Prata perde mais uma na Divisão de Acesso.

                       São Luiz 1X0 Nova Prata.
O São Luiz venceu o Nova Prata no estádio 19 de Outubro na noite de domingo de Páscoa. O jogo foi truncado desde o início, com o campo pesado, devido a grande quantidade de chuva que caiu em Ijuí durante o final de semana. A equipe pratense foi para Ijuí com o intuito de somar pelo menos um ponto, porém, o São Luiz conseguiu encontrar alguns espaços na zaga por onde levou perigo ao gol do Nova Prata em pelo menos quatro oportunidade no primeiro tempo. Logo aos sete minutos de jogo o São Luiz chegou a abrir o marcador, porém o auxiliar acabou marcando o impedimento do ataque Ijuiense. O gol do São Luiz no primeiro tempo foi marcado de cabeça por Luiz Henrique, após receber um cruzamento na medida dentro da pequena área do Nova Prata.

A equipe pratense permanece em sétimo lugar na chave A com 6 pontos. Agora o tricolor terá duas partidas em casa para tentar à recuperação. No próximo domingo dia 12, enfrentará a equipe do Brasil/FA e depois será a vez do Esportivo.

Caxias caiu! E os confrontos das quartas de final do Gauchão.

O Caxias está rebaixado para a divisão de acesso do campeonato gaúcho, algo inédito na sua história. A equipe da Serra foi superada pelo Novo Hamburgo por 2 a 1 na tarde deste domingo. A missão do Caxias era milagrosa, vencer e torcer por resultados paralelos. Não deu. O gol que sacramentou o rebaixamento e garantiu o Nóia entre os oito melhores do Gauchão foi marcado por Magrão, ex-volante do Inter, aos 46 minutos do segundo tempo. 

Dentro do estádio do Vale, Leandrão abriu o placar no início da segunda etapa para os comandados do técnico Roger Machado, que tiveram a chance de ampliar aos 14, após o goleiro Thiago Rodrigues cometer pênalti e ser expulso. Porém, o ex-centroavante colorado desperdiçou a oportunidade, defendida por Pablo, arqueiro reserva. Oito minutos depois, Vanderlei empatou e deu sobrevida aos grenás. Quando a partida se encaminhava para um empate, Magrão garantiu, nos acréscimos, o triunfo que colocou o Novo Hamburgo na fase seguinte.


No Alfredo Jaconi, o Juventude comemorou o rebaixamento rival e a maior goleada do campeonato contra o Aimoré (6 a 1), que ainda possuía chances de seguir na competição. Edilson fez o primeiro para os anfitriões, mas Jean empatou pouco depois. Quatro minutos mais tarde, Edilson colocou o alviverde novamente à frente. Wallacer, ainda na etapa inicial, anotou o terceiro. No retorno dos vestiários, Brener, Douglas e Héverton fecharam o escore.


Já classificado, o Ypiranga visitou o Cruzeiro no Antônio Vieira Ramos e venceu mais uma, garantindo-se em terceiro lugar. Matheus Ribeiro e Danilo Santos, ambos no segundo tempo, marcaram os gols da vitória de 2 a 0. Apesar do revés, o Cruzeiro ficou em oitavo e será o adversário do Inter, dono da melhor campanha.

O Brasil de Pelotas bateu o Avenida por 2 a 0 e ficou com a quarta colocação. Em Santa Cruz, Felipe Garcia fez o primeiro, logo nos primeiros minutos. Na etapa complementar, Diogo Oliveira ampliou e decretou a vitória.

O Veranópolis afastou qualquer possibilidade de queda e derrotou o União Frederiquense, no Antônio David Farina, que já estava rebaixado. Aldair abriu o placar para os visitantes, mas Rafael Mineiro e Erik, emprestado pelo Grêmio, viraram o marcador para os mandantes.

Em Rio Grande, o São Paulo assegurou a permanência na elite do futebol gaúcho ao empatar em 1 a 1 com o Lajeadense. Massari fez o primeiro para os donos da casa, após marcar um belo gol olímpico. Depois do intervalo, Rafael Gava desviou cobrança de falta e deixou tudo igual para o clube de Lajeado.




Confrontos das quartas de final:
Inter x Cruzeiro
Brasil de Pelotas x Lajeadense
Grêmio x Novo Hamburgo
Ypiranga x Juventude



Os rebaixados para a Divisão de Acesso:
Avenida
União Frederiquense
Caxias

17ª Copa Basalto de Futebol de Campo de 2015


Coordenação: CMD/Paraí
Finais – Jogos de Ida
Data: 04 de abril de 2015 (sabado)
Local da rodada: Estádio Dr. Mario Cini/Nova Prata
13:30 horas – CMD Casca ‘B’ 01 x 01  Amigos  ‘B’  Final categoria ‘B’
Gols: Felipe Farias(Casca); Andrei da Luz(Amigos)
15:30 horas – Amigos  ‘A’ 02 x 00  CMD Casca  ‘A’ - Final categoria ‘A’
Gols: Eder ‘2’(Amigos)

Finais – Jogos de volta
Data: 12 de abril de 2015 (domingo)
Local da rodada: Campo Municipal de Paraí
13:00 horas – CMD Casca ‘B’  x Amigos  ‘B’  Final categoria ‘B’

15:00 horas – Amigos  ‘A’  x  CMD Casca  ‘A’  Final categoria ‘A’

UFAAA!!! O VEC jogará o gauchão 2016! O Pentacolor venceu em casa o União Frederiquense.


Terminou o Campeonato Gaúcho para o Veranópolis Esporte Clube, um ano difícil em campo e com união fora dele entre os dirigentes do Pentacolor. A principal notícia do domingo foi a permanência do time no gauchão de 2016, mas o comunicado a imprensa do presidente do conselho Valdemar De Carli, pode-se considerar como também de importância igual a permanência do VEC na principal competição do estado. De Carli chamou a imprensa e comunicou que toda a diretoria estava empossada, e já iniciaria o trabalho para 2016. Isso significa a continuidade do trabalho, ou seja; sem o atraso do ano passado quando o time começou a ser montado atrasado pois não havia a definição de quem comandaria o clube. Agora com esta antecipação o trabalho pode fluir mais tranquilamente sem ficar travado como em 2014. 
No campo o VEC fez uma segunda parte do campeonato de recuperação, terminou na décima posição, a poucos pontos da zona de classificação. O problema do Pentacolor foi o início, e os pontos perdidos em casa. O grupo demorou para ganhar o entrosamento desejado, e Julinho Camargo achou o time ideal somente na parte final. Por falar em grupo, muitos jogadores não deram a resposta que o clube desejava deles, e acabaram não acrescentando ao time como a direção desejava. Mas, o mais importante é que o time manteve  sua vaga, e agora a direção deve fazer as avaliações necessárias, e tentar corrigir os problemas de 2015 para que 2016 seja bem melhor.  

O JOGO
A chuva que caiu durante praticamente todo o dia acabou prejudicando a qualidade técnica da partida. A primeira boa chance foi do União. Aos 14 minutos, Régis cobrou falta no ângulo esquerdo do goleiro Mateus, que fez grande defesa. Com o campo molhado, a regra era finalizar de longa distância. E foi isso que fez Aldair, aos 17 minutos de jogo. O chute foi forte, a bola bateu na trave e entrou. Um a zero para o União. No entanto, o Pentacolor reagiu e foi buscar o resultado. 
Aos 29, Rafael Mineiro foi lançado e saiu na cara do goleiro Lucio, tendo apenas o trabalho de tirar do goleiro para empatar a partida. Aos 36, David Dener driblou Marcelão e foi derrubado dentro da área. O árbitro sinalizou pênalti, que Érick cobrou no canto para virar o jogo para o Veranópolis. O destaque do jogo escolhido pela equipe de esportes da 96,1 FM/Ótica Visual foi Rafael Mineiro do VEC.