quarta-feira, 1 de junho de 2011

Libertadores e Copa do Brasil

LIBERTADORES
Um dos clubes mais tradicionais do País, o Santos está de volta à final da Copa Libertadores da América, após oito anos sem alcançar tal fase. Na noite de quarta-feira, o clube alvinegro suportou uma grande pressão do Cerro Porteño, conseguiu um empate por 3 a 3, em pleno Estádio La Olla, e triunfou no confronto. Zé Eduardo, Diego Barreto (contra) e 
Neymar marcaram para a equipe santista.


COPA DO BRASIL

O Vasco deu um grande passo para conquistar pela primeira vez a Copa do Brasil. Na primeira partida da decisão, nesta quarta-feira, a equipe carioca derrotou o Coritiba por 1 a 0 em um jogo truncado em São Januário. O gol da vitória foi marcado foi marcado pelo atacante Alecsandro, aos 5min do segundo tempo. Para conquistar o título, o Vasco precisa de um empate ou perder por um gol de diferença desde que marque gols (2 a 1, 3 a 2) na próxima quarta-feira no Estádio Couto Pereira, também às 21h45 (de Brasília). Já o Coritiba precisa ganhar por dois gols de diferença. Vitória por 1 a 0 leva a decisão da Copa do Brasil para os pênaltis

Qué passa Argentina?


Sergio Batista segue vivendo dias preocupantes à frente da seleção argentina. Jogando com uma seleção B, o técnico viu seus comandados serem goleados por 4 a 1 pela Nigéria, em Abuja, capital do país africano. Os gols dos donos da casa foram marcados por Ike Uche, duas vezes, Obinna e Emenike, enquanto Boselli diminuiu. Desencontrada, a equipe de 'Checho' não pareceu se encontrar em campo, além de demonstrar muito pouca vontade nos 90 minutos. O fato de o treinador ter chamado apenas dois dos atletas presentes no duelo (o lateral Zabaleta e o zagueiro Garay) para a preparação visando à Copa América também parece ter pesado. Agora, Batista viaja com o grupo até a Polônia, onde encara os donos da casa, no domingo. Antes disso, a Nigéria encara a Etiópia, fora de casa, no sábado.

FGF pede fim de restrição a jogadores sul-americanos no Brasil


Depois ajudar a convencer a CBF a antecipar a janela de transferências internacionais, a FGF tenta acabar com a restrição de os clubes brasileiros poderem escalar apenas três estrangeiros por partida. Porém, a medida, sugerida pelo presidente Francisco Novelletto, valeria apenas para os jogadores contratados junto a clubes da América do Sul.

— Nosso pedido não é para aumentar o número de estrangeiros por jogo, mas para cair essa restrição. Porém, estamos falando apenas nos casos dos sul-americanos. Já conversei com outros dirigentes e todos estão de acordo. Só assim quebraríamos barreiras. Tenho certeza de que Ricardo Teixeira vai nos ajudar junto à Conmebol — explicou Noveletto.

Caso a mudança aconteça, o maior ganho para o futebol brasileiro, segundo Noveletto, seria a possibilidade de reposição dos talentos que são negociados todos os anos.

— Muitos jogadores saem para o exterior todas as temporadas. Podemos recompor os elencos com essa mudança. Claro que não seriam peças com a mesma qualidade, mas poderíamos amenizar essas saídas — disse o dirigente, ressaltando que o Brasil precisa aproveitar a força de sua moeda para reforçar o futebol.

Entrevista: Francisco Novelletto

Quais argumentos são utilizados para pedir essa mudança?

Novelletto: Vivemos uma situação incoerente. Se é Mercosul, temos livre comércio e podemos circular de um país para o outro sem passaporte, porque há essa barreira no futebol? Todo mundo concordou (outros dirigentes). Precisamos quebrar essa barreira.

Nossos clubes têm condições financeiras de negociar com jogadores da América do Sul?

Novelletto: A folha de pagamento dos países da América do Sul é baixa. Nós podemos oferecer mais. O Madureira, por exemplo, poderia contratar jogadores de Libertadores se quissesse. A mudança incentivaria os clubes a buscar nomes, aumentaria o intercâmbio e o país só teria a ganhar.

Quem é o maior aliado da FGF na luta por essa mudança?

Novelletto: A mudança não está nas mãos do Ricardo Teixeira (presidente da CBF), mas ele tem muita força junto à Conmebol.

Sul-americanos: passe livre ou não?

Como funciona: Hoje, os clubes brasileiros podem ter em seus elencos quantos jogadores estrangeiros quiserem. O Internacional, por exemplo, tem quatro argentinos em seu grupo: D'Alessandro, Guiñazu, Bolatti e Cavenaghi. Porém, em cada partida disputada, os clubes só podem escalar três estrangeiros.

Como Novelletto quer: A ideia é que os clubes possam escalar os jogadores nascidos na América do Sul em número ilimitado. Assim, esses se tornariam comunitários, como acontece na Europa. Desse modo, seria possível existir um time formado apenas por argentinos, por exemplo.

Fonte: Clicrbs

Veteranos de Nova Prata

Meu amigo Barbeirinho, o Ademir Antonio Menezes de Nova Prata, está lembrando e convidando todos os amigos do esporte, que no  sábado dia 4 de Junho ás 15 horas no campo do SER Brasil vai acontecer o jogo dos Veteranos de NP x Tri_Ruas de Porto Alegre. Ai esta a oportunidade de rever os craques do futebol pratense em campo novamente. Aliás, grandes jogadores passaram pelos gramados de Nova Prata. Esta semana, outro amigo de Nova Prata o Rubens Colla, sugeriu um bom time para o Internacional formado por ex-jogadores de Nova Prata. O time era este: 
BUASKI, NEI PELEGRINI, COLAU, CAMINHÃO E DINDA, TIM, GALI E RUBENS, BARBEIRINHO, MUNARO E SAUL.
TÉCNICO: CARLINHOS
PRESIDENTE: DORVALINO ZAMIN
MASSAGISTA: DALE`SSANDRO
ROUPEIRO: FALCÃO
Maravilha!!! Que saudades do Mario Cini lotado!

III Copa Paraí de Futsal.


            A competição teve  sequencia na terça - feira dia 31 de maio com os jogos da 15ª rodada. Em 04 jogos foram marcados 42 gols. Confira:
15ª Rodada
 Data: 31 de maio (terça – feira)
19:00 hs – Barcelona     04 x 06   Benfica – Pré-Mirin
19:30 hs  – Manchester  06 x 03 Chelsea  -  Pré-Mirin   
20:20 hs    Branco  11 x 07  Palmeirinha     Quartas de Final -  Com. e Cores      
21:10 hs    Verde 04 x 01 Lot. Matiello   -   Quartas de Final - Com. e Cores

               Com as vitórias, Branco e Verde,  classificaram-se para a disputa das semi-finais da categoria Comunidades e Cores e aguardam os vencedores dos confrontos da sexta-feira(03 de junho). Na semi-final Branco enfrentará o vencedor de Navegantes x Goretti e a equipe do Verde enfrentará o vencedor de Salete x Azul.

A competição terá  sequencia na semana com os jogos da  16ª e 17ª rodada.
16ª Rodada
Data: 01 de junho (quarta – feira)
19:00 hs – Central    x   Real – Infantil
19:30 hs  – Chimango  x  Monarcas  Veteranos    
20:20 hs    Pago Nativo  x  Salete- Veteranos        
21:10 hs  –  Canarinho  x  Maragatos - Veteranos
17ª Rodada
Data: 03 de junho (sexta – feira)
19:00 hs –  Real      x    Liberdade - Infantil
19:30 hs – Central   x   Nacional   Infantil
20:20 hs    Salete   Azul      Quartas de Final -Com. e Cores      
21:10 hs  – Navegantes  x  Goretti    -    Quartas de Final - Com. e Cores

Chumbinho na prova "Volta da Ilha em Florianópolis"

O atleta da ACORVE ( Assossiação dos corredores de rua de Veranópolis), Vanderlei Zanotto (chumbinho),  representando Veranopolis, participou da volta da ilha em Florianopolis , no revezamento de 150 km. Chumbinho agradece o apoio do Jornal Gazeta Veranense , Jornal o Panorama Regional e o Estafeta. Agradece o Posto Perachi , Restaurante Dom Vital , NZ Esporte e a prefeitura municipal, através da secretaria de esportes pelo apóio para que pudesse participar de mais este evento. A prova passou pelas praias mais belas da ilha de Florianópolis. A equipe que o atleta de Veranopolis participou foi a Nóia Runners de Novo Hanburgo que percorreu 150 km em 12 hs e 48 minutos. O atleta Vanderlei Zanotto ficou contente e agradecido pelo o convite da equipe, e espera poder voltar a participar em outras oportunidades. Chumbinho é um exemplo de dedicação e comprometimento com o esporte. Usa o tempo de folga para treinar forte, e por isso é lembrado sempre para compor equipes em grandes eventos esportivos. Chumbinho segue trabalhando e preparando-se para novas competições.