quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Nova musa do VEC Aline Tessaro, foi apresentada a torcida. Aline Postal se despediu.












No intervalo do jogo do VEC na quarta feira, a direção do VEC apresentou a sua nova musa, e aconteceu a passagem de faixas entre Aline Postal que se despediu, e Aline Tessaro que assume o posto de musa do VEC para o gauchão de 2015. O presidente Gilberto Generosi estava presente com as musas no gramado do ADF. 

Mais uma vitória no ano dos veteranos do Ipiranga de Veranópolis


A equipe de veteranos do E.C.  jogou partida amistosa  no sábado 14/02 contra a equipe do Independente F.C. de Casca no C. E. Irmão Herbert Wildner e venceu sua terceira partida consecutiva na temporada pelo placar de 6 x 1.
A equipe de veteranos está com o calendário de jogos para 2015 completo, totalizando até o final da temporada 44 partidas contra equipes de toda região com confrontos de ida e volta. 
A temporada teve início no dia 01 de fevereiro contra a equipe do Cidade Alta de B. Gonçalves e se estenderá até o dia 29 de novembro quando encerra jogando contra o São Paulo do Borgo de B. Gonçalves no Centro Esportivo Irmão Herbert Wildner.

Resultados, classificação e artilharia do Campeonato Municipal de Futsal 2015- Copa Femaçã.


Iniciou na noite de quarta feira, dia do jogo do VEC em casa, a Copa FEMAÇÃ, torneio com a participação de equipes de Veranópolis no masculino, e de atletas da região no feminino. O único porém desta competição foi a data de inicio, na quarta feira era dia de jogo do VEC em casa.

INDEPENDENTE A/ K13 4 x 1 HALIANÇA (Chave A)

F.F.C./BOTAFOGO 5 x 1 VILA FLORES (FEMININO) 

VILA NOVA 5 x 1 UNIÃO F.C. (Chave B)

METRALHAS 2 x 2 PLANALTO (Chave A)





Em jogo conturbado, VEC perdeu para o São Paulo de RG

Com muita reclamação sobre a arbitragem e com erros do VEC nas finalizações principalmente, a noite de quarta feira foi de derrota em casa. Mais uma vez o Pentacolor perdeu em casa, está é a terceira, e agora joga fora de casa contra o líder São José. Os pontos conquistados até agora vieram dos jogos fora de casa. O VEC sempre foi forte no ADF, sempre foi temido pelos adversários e em casa o VEC somou a maioria de seus pontos neste vinte e poucos anos de Campeonato Gaúcho. Hoje, neste ano de 2015, as coisas estão diferentes e o VEC vai mal em casa. Na quarta feira foi mais um exemplo disso! O time só foi se encontrar em campo depois dos 25 minutos do primeiro tempo, fez um segundo tempo um pouco melhor, criou oportunidades e as desperdiçou de maneira bizarra. O poder de conclusão dos atacantes é muito ruim, e as oportunidades criadas não são convertidas a gol. Quando surgem, e o VEC marca o gol, o arbitro anula prejudicando a conquista dos pontos. Na sequencia, abalado no jogo e por problemas extra campo também criado pelo árbitro, o VEC toma um gol em uma das raras oportunidades criada pelo adversário, e lá se vão os pontos em casa. A direção do Veranópolis continua procurando reforços, a meta é trazer mais um atacante e um homem de criação, mas o mercado está complicado e a busca segue para poder dar a Julinho Camargo mais opções. Julinho tem sua convicções, talvez pela falta de jogadores o esquema é mantido durante o jogo, pode ser que uma mudança venha a judar o time em alguns jogos, mas é a convicção do técnico, e está deve ser respeitada. A verdade é que o VEC de 2015 não repete times que já passaram por aqui, e agora o objetivo é acertar com o campeonato em andamento. Outro detalhe que deve ser muito bem observado pelos dirigentes do futebol do RS, especialmente pela arbitragem gaúcha. A arrogância dos juizes, Alguns como Marcelo Cavalheiro tem a arrogância como instrumento de trabalho, o que é lamentável.