quarta-feira, 26 de junho de 2019

Trocando Ideia: Sananduva ainda sente sua frustante passagem pelo VEC


No inicio desta semana encontrei o Vosmir Fabian, o Sananduva. Depois da queda do VEC, e de sua saída do comando do time, ainda não tinha conversado com ele. Sananduva me disse ter passado por momentos ruins, e foi difícil, ou melhor, esta sendo complicado superar o que passou e a turbulência na sua vida com o desastre da queda Pentacolor. Concordamos que um dia o VEC cairia, mas ele não esperava que acontecesse quando ele comandava o time, e confesso aqui, que também não queria que isso tivesse acontecido. Torço pelo Sananduva, sempre achei, e continuo com a mesma convicção, de que um dia ele vai achar seu caminho como profissional do futebol, já foi um grande jogador, e será um grande técnico. Claramente aconteceram problemas na temporada do gauchão que passou. Jogadores que não deram o resultado esperado, jogadores que pouco atuaram, e a demora em contratar reforços. Neste contexto, não dá para deixar de fora a direção Pentacolor, que neste ano estava engessada, e demorou muito para tomar decisões. Estes fatos foram sim os responsáveis pelo desastre ocorrido com o Veranópolis Esporte Clube. Sananduva está indo a São Paulo para, através do curso da CBF, que agora é exigência para poder treinar uma equipe de futebol, obter sua formação oficial, e a credencial como treinador profissional. A duração do curso é de 12 dias, e o custo, que não vou revelar aqui, é alto, e sairá do próprio bolso. Acredito Sananduva, que muitos não superaram ainda o desastre da queda, mas o que me chama mais a atenção é a falta de mobilização da direção para a reconstrução do clube, que no ano que vem vai disputar da Divisão de Acesso. Lembro que o VEC não vai mais ter o um milhão e meio para a próxima temporada, e que é necessário criar possibilidades para que o clube ande com suas próprias pernas financeiramente. Será sim um campeonato difícil, muito disputado, e é necessário manter um nível bom, forte e montar um time que enfrente o campeonato com um futebol de qualidade, forte e muito competitivo. Para um time forte e de qualidade será necessário dinheiro, e é aí que a criatividade pode aparecer. Um projeto bem pensado, e com a colaboração de pessoas, me parece ser o caminho correto para voltar a primeira divisão. Por enquanto o que está sendo trabalhado é o Festival do Whisky, aliás as mesas estão a disposição para reserva, mas, não é o suficiente. Talvez eu esteja ansioso para ver a máquina andando, e queira que as coisas aconteçam o mais rapidamente possível. Mas, vamos lá, vou continuar cobrando...e torcendo, pelo Timaço do Peito, e também pelo Sananduva.

Veranópolis: Atletas veranenses na terceira etapa do Canoas Boxing Stadium


No último sábado, dia 22/06 a Garra Team veranópolis participou com três atletas na terceira etapa do Canoas Boxing Stadium na cidade de Canoas. 
Aline de Almeida lutou na categoria Amador até 60kg, 
João Vijandi na categoria amador até 91kg 
Renato Rossato em um GP com quatro atletas na categoria profissional até 85kg. 
Todos venceram suas lutas, também prestaram homenagem á colega de treinos Leomara Trintinaglia que faleceu na semana passada. Os atletas agradecem a todos que os apoiam e incentivam nas lutas.

Paulo Henrique Marques é o novo técnico do Caxias


Treinador foi apresentado oficialmente nesta tarde, no Salão Nobre do Estádio Centenário


Na tarde desta quarta-feira (26), no Salão Nobre do Estádio Centenário, o Caxias apresentou seu novo técnico para a sequência da temporada. Paulo Henrique Marques, de 54 anos, será o comandante da equipe grená na Série D.


Em 2017, no comando do São Luiz de Ijuí, Paulo Henrique foi campeão da Divisão de Acesso. E neste ano, pelo rubro, realizou ótima campanha no Campeonato Gaúcho, chegando até a semifinal da competição. O treinador também possui passagens por Santo Ângelo, Ulbra (Canoas), Veranópolis, Santa Cruz, Passo Fundo, Guarani de Bagé, Guarani de Camaquã, Avenida, Esportivo, Tupi de Crissiumal, além de comandar o Novo Hamburgo na Série D de 2018.


"Eu encaro as coisas daqui para frente. O Caxias vem fazendo um belíssimo trabalho. E isso me deu a certeza de vir para conquistar o acesso. Acho que vim para a equipe certa, no momento certo. E a gente precisa da ajuda do torcedor. Com a ajuda deles, vamos em busca da Série C”, comentou o técnico Paulo Henrique Marques, em sua primeira entrevista coletiva pelo clube.
Junto com o técnico, o auxiliar e analista Marcello Cupini, e o preparador físico Anderson de Lazari também farão parte da comissão técnica. Os auxiliares Jeferson Ribeiro e Rafael Lacerda, e o preparador de goleiros Humberto Flores, seguem no clube. No domingo, às 16h, o Caxias enfrenta o Cianorte, pela partida de ida das oitavas de final da Série D 2019.

Veranópolis: Veranense é campeã no Campeonato Estadual de Fisiculturismo e Fitness 2019


A veranense Kelen Nalin foi convidada e desafiada pelo seu coach Gregório Pimentel para participar do Campeonato Estadual de Fisiculturismo e Fitness 2019 em Porto Alegre, na PUC, nos dias 15 e 16 de junho. Ela foi campeã em duas categorias: Bikini até 1,64m e Bikini Master. A atleta agradece ao Gregório por fazer acreditar e perceber que mesmo em tão pouco tempo haveria toda essa mudança e conquista. 

“No início achei estranho, nunca imaginei fazer algo assim. Os dias foram passando e a vontade de experimentar o "novo" foi aumentando.
Foram 89 dias de dieta, sem açúcar, bebendo muita água, ensaiando poses, treinando e fazendo aeróbico todos os dias. Eu só tenho a agradecer o Gregório pelo apoio, incentivo, competência, dedicação e preocupação que teve comigo durante esse período. Me sinto realizada, mudei totalmente meus hábitos alimentares". 

"Precisamos estar dispostos a nos livrar da vida que planejamos, para podermos viver a vida que nos espera." Finaliza a campeã. Outro veranense a se destacar foi o atleta Gregório Pimentel, que após 3 anos sem competir foi vice campeão gaúcho nova categoria Classic Pysique. Gregorio e Kelen são atletas da equipe da Academia GM Moove.