domingo, 7 de setembro de 2014

Nilmar pode estar chegando no inter

O Inter pode ter um (nem tão) novo atacante já na semana que vem. Em negociação com o clube, Nilmar pode ser apresentado como reforço para o time de Abel Braga, que foi muito criticado no jogo que o inter perdeu neste domingo. O final feliz da negociação depende de um posicionamento do jogador e de seu empresário, Orlando da Hora, sobre a proposta feita pelo Inter. Nilmar também era pretendido pela Roma-ITA, mas com o fechamento da janela para transferências à Europa, o clube italiano encerrou as negociações. A ameaça ao Inter era o Cruzeiro, que, de olho na disputa da Libertadores do ano que vem, teria feito uma proposta tentadora ao atacante, mas em declaração à Rádio Itatiaia, de Minas Gerais, poucos minutos antes da partida deste domingo contra o Fluminense, Valdir Barbosa, gerente de futebol do clube mineiro, afirmou que o jogador não interessa ao Cruzeiro.

Gilmar Dal Pozzo estreia com empate

O técnico Gilmar Dal Pozzo não ficou satisfeito com o resultado em sua estreia no comando do Criciúma, contra o Corinthians, neste domingo. O empate sem gols mantém o time e o técnico, que ainda não venceu em Série A, no jejum – para o Tigre já são nove jogos sem vencer. Entretanto, Dal Pozzo ficou muito feliz com o envolvimento dos atletas, que mostraram garra de vencedores.

— Quero deixar bem claro que não fiquei satisfeito com o resultado, porque eu queria uma vitória. Mas o desempenho da equipe me agradou muito. A maneira como nós jogamos, em um jogo só o Criciúma já resgatou o alma, a maneira de jogar. A partir desse momento, é um Criciúma que vai ter uma identidade forte, uma característica de jogo — disse.

Vencer o Corinthians, que integra o G-4, na quarta posição, com 33 pontos, não é pra qualquer um. Mas Dal Pozzo mostrou inteligência e soube integrar os atletas para conseguir superioridade no segundo tempo e, se não deu pra marcar, ao menos segurar o resultado.

— Nós enfrentamos um adversário muito difícil e encontramos dificuldade no primeiro tempo, mas a substituição tática com Paulo Baier no intervalo fez com que o segundo tempo fosse todo nosso. Superioridade, marcamos em cima, mais posse de bola, controle do jogo e situação mais clara de jogo. Ainda falta lapidar um pouquinho melhor essa última bola. Isso com o tempo vai acontecer, mas fiquei muito feliz com o envolvimento dos atletas — comentou o técnico.

Lucianinho, assistente de Dal Pozzo, já foi campeão pelo Criciúma, e agora reencontra antigos companheiros.

O Criciúma é um desafio novo para o técnico Gilmar Dal Pozzo. Porém, não é tão novo assim para o seu auxiliar, Luciano Cardoso Borges. Lucianinho defendeu o Tigre anteriormente e tem história com o clube. Ele era o atacante da equipe que se sagraria campeã catarinense de 1998. Conhece o Carvoeiro e também reencontrou alguns companheiros da jornada de 16 anos atrás. Lucianinho era o atacante da equipe que tinha Wilson Vaterkemper, agora auxiliar técnico como ele, como zagueiro, e o Paulo Baier, hoje um atleta que ajuda a Dal Pozzo no comando. Na época, Baier estava em sua primeira das três passagens pelo Criciúma e ainda era lateral-direito. Titularíssimo na época, Lucianinho é lembrado não apenas pelo 1,65m de altura. Ele é reconhecido por torcedores do Tigre por ter sido um ponta esquerda ágil e de muita habilidade. O ex-atacante defendeu o Criciúma entre 1997 e 1999. Encerrou a carreira no Veranópolis (RS), cidade em que tem residência fixa e também onde formou laço com Gilmar Dal Pozzo para ser seu auxiliar desde quando iniciou a carreira como treinador.