domingo, 7 de setembro de 2014

Lucianinho, assistente de Dal Pozzo, já foi campeão pelo Criciúma, e agora reencontra antigos companheiros.

O Criciúma é um desafio novo para o técnico Gilmar Dal Pozzo. Porém, não é tão novo assim para o seu auxiliar, Luciano Cardoso Borges. Lucianinho defendeu o Tigre anteriormente e tem história com o clube. Ele era o atacante da equipe que se sagraria campeã catarinense de 1998. Conhece o Carvoeiro e também reencontrou alguns companheiros da jornada de 16 anos atrás. Lucianinho era o atacante da equipe que tinha Wilson Vaterkemper, agora auxiliar técnico como ele, como zagueiro, e o Paulo Baier, hoje um atleta que ajuda a Dal Pozzo no comando. Na época, Baier estava em sua primeira das três passagens pelo Criciúma e ainda era lateral-direito. Titularíssimo na época, Lucianinho é lembrado não apenas pelo 1,65m de altura. Ele é reconhecido por torcedores do Tigre por ter sido um ponta esquerda ágil e de muita habilidade. O ex-atacante defendeu o Criciúma entre 1997 e 1999. Encerrou a carreira no Veranópolis (RS), cidade em que tem residência fixa e também onde formou laço com Gilmar Dal Pozzo para ser seu auxiliar desde quando iniciou a carreira como treinador.