quinta-feira, 7 de março de 2019

Vamos trocar uma ideia? Não é apenas um jogo de futebol!


Nunca vi o futebol apenas como um jogo. Até mesmo por experiência própria. Afinal, por tudo que já acompanhei com o Veranópolis Esporte Clube, esse esporte não pode ser apenas um jogo onde um time quer vencer o outro marcando mais gols. Se fosse tão simples assim, tão banal, como explicar a paixão de milhões e milhões de torcedores espalhados pelo mundo por um grupo de jogadores correndo com a mesma camiseta, pela qual você é capaz de gastar, muitas vezes, o dinheiro que não tem para comprá-la? Simplesmente porque o futebol extrapola todas as barreiras meramente esportivas. E essa ligação com o futebol transcende em diversos casos o relacionamento afetivo pela coletividade esportiva. Ou seja, não se restringe ao fato de você ter escolhido um time para torcer por motivos geográficos ou familiares. O futebol, através de uma equipe, pode representar uma pátria sem terra; mostrar ao mundo o sofrimento de um povo; explicar com outros olhos uma guerra; traduzir a indignação de uma torcida; exemplificar paixões; traduzir geopolíticas; trazer a economia mundial para uma roda de bar; ou simplesmente contar uma história de duas décadas, como a do Pentacolor. Tudo isso é possível através dessa invenção espetacular chamada futebol, o esporte mais popular do planeta. O mundo do futebol não é feito apenas de Liga dos Campeões, salários milionários e histórias cheias de glamour e fama. Ele é, acima de tudo, composto por histórias de superação, curiosidades e fatos históricos que mostram como o jogo, muitas vezes, é apenas um detalhe. Em diversos casos, e em determinados momentos, o detalhe mais importante da vida. (Fonte: Quando o Futebol não é apenas um jogo).

Este texto serve muito bem para o momento em que o Veranópolis está passando, e mostra sim, que não é apenas futebol. É sim a história de um clube que carrega o nome, e representa uma cidade e uma região. Domingo que vem tem jogo, é o da vida do Timaço do Peito, vamos fazer nossa parte e lotar o ADF.

Veranópolis: Pelotas se prepara para uma guerra no ADF

Fonte: Diário da Manhã
O Pelotas se prepara para enfrentar uma “guerra” dentro de campo na partida de domingo, às 18h, diante do Veranópolis, no Antônio David Farina, pela nona rodada do Campeonato Gaúcho. O adversário, que está na lanterna, com apenas três pontos em 24 disputados, joga sua última chance de se manter com chance de escapar do rebaixamento. Já o Lobo quer pontuar para encaminhar sua presença nas quartas de final da competição.
“Eles (Veranópolis) vão jogar a vida, Cada jogo agora vai ser o jogo o da vida deles, Tenho certeza que vai ser uma guerra. Vai ser um jogo muito difícil, pois eles querem se livrar dessa zona de incomodo lá em baixo na tabela de classificação”, projeta o lateral direito John Lennon. “Temos que ir lá bem focado, com sangue nos olhos, porque será um jogo muito difícil”, completa.
Com dois cartões amarelos, John Lennon assegura que não está preocupado com o risco de ficar fora do Clássico Bra-Pel – dia 17 no Bento Freitas. 
“Para mim, o jogo mais esperado sempre é o próximo. Não estou pensando no Bra-Pel ainda. Estou pensando no Veranópolis. Não vou entrar pensando em cartão, se vou levar ou não, se for ficar fora ou não”, diz o lateral. 
Os outros jogadores do Pelotas, com dois cartões amarelos, são Felipe, Rômulo, Reinaldo Dutra (esse está suspenso – expulso em Caxias – e não joga em Veranópolis), Jarro e Maicol Fernández.
Com 6 gols sofridos, o Pelotas tem a 2ª melhor defesa do Gauchão. O Grêmio sofreu apenas um. Com os reforços de Giovane Gomez e a regularização do paraguaio Claudio Correa, o Pelotas pode buscar melhorias no ataque. O Lobo tem sido dependente da bola parada para resolver seus jogos. Um dos atacantes que ganhou a titularidade há dois jogos foi Léo Bahia, que comentou: 
“ficamos devendo contra o Caxias, mas agora é descansar, treinar bem e acertar onde erramos. Não podemos nos abater, porque depende de nós pra conseguir a classificação. 
O Veranópolis precisa do resultado, temos que ser inteligentes pra explorar os erros deles”.

Veranópolis: Daniel Nobre Bins vai apitar VEC X Pelotas. Confira a rodada e a arbitragem.


E o mata-mata do Veranópolis Esporte Clube está chegando. No domingo, às 18 horas o VEC enfrenta o Pelotas no ADF, e somente a vitória interessa. Para este jogo da vida Pentacolor, o arbitro escolhido para conduzir o confronto foi Daniel Nobre Bins, que mais uma vez estará em Veranópolis. Confira aqui a rodada e seus árbitros.

Confira aqui a escala para a rodada do gauchão 2019 - confira aqui a arbitragem da rodada