segunda-feira, 12 de março de 2018

Domingo tem Timaço do Peito, VEC Pentacolor

Vila Flores: Campeonato de Futebol realiza segunda rodada


A segunda rodada do Campeonato Municipal de Futebol 2018 de Vila Flores – Taça 30 anos de Emancipação foi realizada neste domingo, dia 11, na Comunidade Faixa Azul. Os placares dos confrontos foram os seguintes: São Lourenço 0 X 5 São Caetano, Villa Real 0 X 9 Caravaggio, seguido por Faixa Azul 0 X 0 União F. C.
No domingo, dia 18, ocorre a terceira rodada. 
Às 9h30, Vila Nova X Caravaggio, já à tarde, às 13h45, São Lourenço X União F.C., seguido de Villa Real X Faixa Azul. Os jogos serão na Comunidade de São Lourenço.
A realização é da Prefeitura de Vila Flores, através da Coordenação de Esportes e Secretaria da Educação e Cultura.

Veranópolis: VEC soube jogar e empatou com o Juventude. Agora é o Zequinha no ADF


Foi um domingo de futebol e de informações. Era um joga contra este ou contra o outro, os confrontos mudavam a cada gol, e no gramado do Alfredo Jaconi a bola rolava. 
O VEC controlando o jogo, não deixando o Juventude chegar ao gol de Reynaldo, e esperando como agir. Em um momento precisava vencer, e no outro o resultado já chegava, mas em campo o Pentacolor continuava controlando o jogo. Poderia ter marcado, mas não o fez, e ao final o adversário para a próxima etapa apareceu, é o São José. 
Rodrigo, craque do jogo Ótica Visual/96,1FM
Sananduva fechou os espaços, evitando lances mais contundentes por parte do time do técnico Julinho, e mostrou que tem futebol para conquistar mais. No jogo o destaque foi o zagueiro Rodrigo, escolhido pela equipe de esporte da 96,1FM, e levou o troféu Otica Visual/96,1FM. Sananduva poupou alguns jogadores, e agora pode contar com todo o grupo para a próxima fase. O Juventude passa a pensar na série B do Brasileiro, o VEC vai a luta contra o Zequinha no ADF domingo às 19:30.. 


Ficha técnica

Juventude: Matheus, Choco, Fred, Micael e Pará; Amaral, Mateus Santana(Guilherme Ozelame, 31/2º), Bruno Ribeiro (Jô, 13/2º) , Denner e Fellipe Mateus; Queiróz (Ricardo Jesus). Técnico Julinho Camargo

Veranópolis: Reynaldo, Vinícius Bovi, Rodrigo, Léo D'Agostini e Romano; Fabrício (Jadson, 34/2º), Jair, Eduardinho e Felipe Mationi (Rogerinho, 25/2º); Juba (Mateus Lagoa, 28/2º) e William Paulista. Técnico Sananduva.
Público: 3.684 torcedores.
Renda: R$ 101.360,00

Veranópolis: Caminhos e sonhos do Pentacolor no Gauchão de 2018



O Veranópolis está entre os oito melhores do estado, vai para a próxima fase e tem uma oportunidade única de chegar a uma final de campeonato gaúcho. Você acha demais? Não, não é! Vamos aos fatos, o Pentacolor tem quatro jogos para realizar esta façanha, joga agora nesta fase contra o São Jose, e em passando enfrentará Brasil de Pelotas ou São Luiz de Ijuí. Agora joga a primeira partida em casa e decide fora, no Passo D’areia em Porto Alegre. Se passar jogará contra o Brasil, a primeira no ADF e a segunda em Pelotas, se o adversário for o São Luiz, a primeira partida será lá e a segunda em Veranópolis. 
Bom, mas o VEC tem condições de fazer uma final de gauchão? Tem na questão de grupo, Sananduva terá o grupo todo a disposição para os jogos que vem aí, e o time já mostrou que tem condições de enfrentar esses adversários de igual para igual. Quanto ao estádio não, o ADF não pode receber uma final de campeonato gaúcho, se for contra uma das equipes da dupla GRENAL, não tem o número de espaço exigido pela FGF para receber o publico, precisa ter espaço para mais de 10 mil pessoas, se for contra uma equipe do interior dá. Mas isso não é preocupação para agora, tomara que seja para logo mais, mas por enquanto não. O que o Pentacolor precisa agora é passar de fase, e deixar para trás o São José. 
É bom lembrar que nesta fase tem gol qualificado, portanto o VEC não pode sofrer gols em casa na primeira partida, e precisa vencer aqui por qualquer escore para depois jogar com tranquilidade em Porto Alegre contra o Zequinha. Então torcedor, a hora é para pensar somente no São José. Primeiro, vamos lotar o ADF, é chance única, jamais você poderia imaginar que isso pudesse acontecer, e ter uma oportunidade como essa, sei lá quando poderá se repetir. Segundo, confiar no grupo do Timaço do Peito e em sua comissão técnica, para que dentro de campo eles deem a resposta necessária. 
Preciso lembrar a todos que chegar a uma final de campeonato ainda é sonho, como coloquei acima, mas a possibilidade de Copa do Brasil, Brasileiro D e título do interior é possível. E para isso é preciso vencer a próxima etapa e chegar entre os quatro melhores do estado, mais uma vez os dois jogos que vem aí são de estrema importância, tudo passa pelo enfrentamento com o São José. Te convenci que agora é a hora, que uma oportunidade como esta talvez só se repita daqui a alguns anos, que é necessário lotar o ADF? Então vamos? Se jogue neste sonho, vamos juntos torna-lo realidade.