quinta-feira, 18 de julho de 2019

Trocando Ideia: Vem aí a Copa Verardi, sem o VEC e com a ANPE


Os campeonatos do primeiro semestre de 2019 no Rio Grande do Sul terminaram, e todos sabem que da maneira mais ruim possível para o Veranópolis Esporte Clube. Mas, realidade...é passado, e olhar para frente, buscar o retorno, passa a ser o objetivo primeiro. O que vem aí agora, para o segundo semestre é a Copinha, este ano homenageando “seu Verardi”, Antônio Carlos Verardi, ex-supervisor do Grêmio, morto em abril, aos 84 anos. Homem que dedicou grande parte de sua vida ao futebol gaúcho, mais precisamente ao Grêmio. A copinha não terá a participação do Pentacolor, mas vai ter um representante na região, será a Associação Nova Prata de Esportes. A copinha que dá como prêmio a participação na Copa do Brasil, ou a série D, terá vinte equipes, e não terá a participação de vários clubes de ponta do estado, equipes que não tem interesse na competição, mas...outros clubes que lutam para conquistar posições melhores no futebol do estado e do Brasil, apostam nesta copa, a última organizada pela FGF no ano. Os grupos para a Copa Verardi estão assim divididos: 

GRUPO A 
União Harmonia-Canoas, Cruzeiro, 12 Horas, Bagé e Pelotas. 

GRUPO B 
Novo Horizonte, Aimoré, Inter B, Novo Hamburgo e Real. 

GRUPO C 
Avenida, Lajeadense, Caxias, Grêmio e São José. 

GRUPO D 
Santo Ângelo, São Borja, Nova Prata, Gaúcho e Cruz Alta. 

A dupla GRENAL vai participar do campeonato com suas equipes B, mas se chegarem a final não levarão as vagas conquistadas, somente os troféus. Este é um campeonato deficitário, falta muito dinheiro, e os clubes participantes, fora a dupla, vão ter que cortar um dobrado para manter as equipes competindo em um nível bom. Pouco público, poucos patrocinadores, mas com jogadores que querem crescer na profissão... bem isso, a vontade de dar certo, parece ser o ponto positivo do campeonato que está por iniciar. Muitos acham que o VEC deveria jogar, mas como já escrevi aqui...será que o dinheiro aplicado nesta competição não faria falta na Divisão de Acesso? Talvez o ideal fosse investir em uma categoria de base forte, competitiva e que pudesse formar jogadores para o futuro. Tudo isso, se tratando de Veranópolis Esporte Clube, ainda é possibilidades futuras, porque agora, neste momento, o objetivo é voltar a elite do futebol gaúcho. Quanto a Associação Nova Prata, esperamos que tenha competência, tanto em campo com bons resultados, quanto fora de campo na captação de recursos, e de mobilização de seu torcedor.

Nova Prata: Definidos próximos jogos do campeonato de futebol de Nova Prata


Na noite da terça-feira, 16, estiveram reunidos membros da Secretaria Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer e representantes das equipes classificadas para as quartas de final do Campeonato Municipal de Futebol Amador para definição da próxima etapa da competição.
Ficaram definidos os campos sede, horários e datas das quartas de final, e agendada as datas das semifinais e da grande final. 


Os jogos das quartas de final ocorrerão no próximo domingo, 21, nos campos do Brasil e do São Cristóvão. 
Os jogos no São Cristóvão serão: 
13h30min – Moreira/Rodrigues x São Cristóvão
15h15min – Amigos x Cruzeiro. 
No campo do Brasil, jogam 
13h30min – Atlético Ipiranga x Juventude 
15h15min – Brasil x Nacional.
As semifinais serão disputadas no dia 28 de julho e a grande final está agendada para o dia 11 de agosto, aniversário de Nova Prata.

Veranópolis: Sabrina Generosi é "campeão dos campeões"



No sábado, 13/7/2019, ocorreu o Campeonato Gaúcho de Fisiculturismo e Fitness promovido pela Proleague/RS, onde a atleta Sabrina Generosi, juntamente com seu treinador, Helmo Dillemburg, participou de três subdivisões na categoria Bikini Fitness, sagrando-se campeã de todas! 
Sabrina vem participando de diversos campeonatos na categoria bikini e tem obtido ótimas colocações, no entanto, relata que pela primeira vez levou o prêmio Overall, que é o prêmio de melhor da noite, é o "campeão dos campeões". 


"Estou muito feliz com o resultado obtido. Meu treinador e eu temos trabalhado muito em busca desta evolução. O objetivo é estar, no mínimo, no TOP3 em campeonatos de nível Nacional e, quem sabe, também Internacional. Eu amo o que eu faço, fisiculturismo, pra mim, é um estilo de vida. Sou bem disciplinada, meu treinador é muito experiente, confio demais no trabalho dele, por isso ele envia os comandos e eu executo. O resultado então, só poderia ser esse", relata Sabrina.

E agora? Qual será o próximo desafio? Certamente ainda este ano veremos essa dupla encarando os palcos da ProLeague pelo Brasil. 
Acompanhem nas redes sociais: @sabrinagenerosi @helmodillemburg