sábado, 24 de janeiro de 2015

Amistosos no RS antes do gauchão

O último final de semana antes do início do Campeonato Gaúcho foi de amistosos. As equipes procuram entrosar seus jogadores para poderem realizar um grande campeonato. Confira alguns resultados:

Veranópolis 0x1 Juventude 

Seleção de Gravataí 0x5 Cruzeiro/RS

Caxias 0x1 São José

Ypiranga 1 X 1 Chapecoense

Novo Hamburgo 0x0 Criciúma

São Paulo 1x0 Pelotas

Avenida 2x2 Lajeadense

VEC perdeu para o JU, e agora só pensa no Cruzeiro

Foto: Mirene Pastore
O terceiro amistoso do VEC foi de derrota, o time de Julinho Camargo perdeu para o Juventude por 1 X 0 e agora terá uma semana pra finalizar a preparação do time e estrear contra o Cruzeiro. Foi um jogo igual, com dificuldades para ambas equipes que fechavam espaços, e usavam praticamente o mesmo esquema de jogo. Tanto Veranópolis como Juventude tiveram oportunidades de gol. Depois de um tempo de estudos táticos e ritmo lento, as oportunidades foram surgindo. Aos 15 minutos, Claytinho cobrou escanteio da direita, Marcel se antecipou à zaga na primeira trave e cabeceou rente ao travessão, por cima. Quase gol. Dois minutos depois, o Juventude respondeu forte. Rogerinho tocou na linha de fundo para Adriano, que cruzou da esquerda. A bola foi longa e encontrou Jardel, que bateu de primeira, mas para fora. Outro quase gol. Nos 10 minutos finais, Léo Dagostini e Eduardinho ficaram perto de abrir o placar para o Veranópolis: Léo, de cabeça, após falta da esquerda, e Eduardinho, batendo de fora da área, após rebote de um escanteio da direita. 
Foto: Pioneiro
No segundo tempo, a primeira chance foi do Juventude. Logo aos cinco minutos, Jardel pegou uma sobra de fora da área e bateu rasteiro. O goleiro Matheus Cavichioli encaixou nos braços. Aos 30, a bola parada de Wallacer dos tempos de Caxias funcionou. Ele bateu falta da direita e Heverton tocou de cabeça, no meio da pequena área: 1 a 0. Até que dois minutos depois, o VEC teve a chance de empatar. Heverton meteu a mão na bola e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Afonso chutou no canto e o goleiro Airton defendeu pulando para a direita. Nos acréscimos, o Veranópolis só não empatou porque Airton salvou cara a cara com Glauber. Aí, foi só comemorar o resultado e terminar a pré-temporada com uma vitória.
Foto: VEC
O confronto entre VEC e Juventude, mostrou como será o campeonato à partir do próximo final de semana, uma competição com equipes muito iguais, onde o erro vai vai fazer a vitória, por este motivo a equipe que estiver mais ligada poderá levar uma pequena vantagem. O Veranópolis encerrou sua série de amistosos com dois empates e uma derrota, e agora só pensa no Cruzeiro.



O VEC jogou com Matheus Cavichioli; Afonso, Léo Dagostini, Marcel e Luciano Amaral; Glauber, Felipe Guedes (David Dener), Eduardinho e Claytinho; Túlio Renan (Rafael Mineiro) e Lê (William Ribeiro). Técnico: Julinho Camargo.

O Ju atuou com Airton; Helder, Douglão, Heverton e Adriano (Alan Rodrigues); Vacaria (Jonatas Obina) e Alan Schons; Jardel (Itaqui), Wallacer e Rogerinho (Thiago Santos); Zulu (Brenner). Técnico: Picoli.

Últimos resultados do Camp. de Verão do União em Nova Prata

Resultados dos quatro jogos de Sexta-Feira, 23/01/2015:

1º JOGO: FEMININO CHAVE “A” 
NOVA PRATA FUTSAL/CÁSSIO RAMOS 4 X 1 MAF/COREDAL – IBIRAIARAS

2º JOGO: MASCULINO CHAVE “C” 
TEXUGOS/CÁSSIO RAMOS 3 X 1 TEXAS - GUAPORÉ

3º JOGO: MASCULINO CHAVE“B” 
CMD PARAÍ 3 X 2 VILA SAPO – NOVA PRATA

4º JOGO: MASCULINO CHAVE “C” 
PSG/PALUDO - NOVA PRATA 3 X 3 AGE/VIDRAÇARIA CARVALHO – GUAPORÉ

Aimoré e Brasil-Pel termina em briga

Uma briga generalizada interrompeu aos 26 minutos do segundo tempo o amistoso entre Aimoré e Brasil-Pel nesta sexta-feira no Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo. A partida estava empatada em 1 a 1, gols de Fernando Cardozo e Mikael. Segundo o site do Aimoré, a briga começou após uma "entrada do zagueiro do Aimoré, Diego Borges, em Márcio Hahn", que levou o jogador a levar um cartão amarelo. Os atletas xavantes reclamaram da punição e, pouco depois, Felipe Garcia, teria dado um soco no rosto de Diego Borges. Houve briga generalizada e o time de Pelotas abandonou o gramado.