quarta-feira, 28 de junho de 2017

Riograndense-SM foi punido e ficará dois anos fora de competições da FGF


Um dos clubes mais tradicionais do futebol do interior vai ser obrigado a fechar as portas por dois anos. O Riograndense-SM foi condenado a ficar dois anos sem atuar em competições de futebol profissional em julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). O Periquito foi punido após desistir da Terceirona em meio à competição. O TJD também multou o Rigrandense em R$ 100 mil.
A equipe de Santa Maria estava disputando a Terceirona após o rebaixamento da Segundona em 2016. O time dos Ferroviários começou muito mal à competição, mas no segundo turno conseguiu uma grande recuperação e conseguiu avançar para a segunda fase. Só que o Esmeraldino não estava podendo atuar em casa, já que o estádio dos Eucaliptos não estava regularizado. Como o rival, Inter, estava na reta decisiva da Segundona, o Alvirrubro não quis mais ceder o estádio e com isso o Riograndense iria precisar viajar para mandar os jogos da segunda fase. Neste cenário a direção do clube não teve outra saída, a não ser dispensar todos os jogadores, a comissão técnica e anunciar o abandono do campeonato.
O Riograndense foi fundando em 1912 e tem como principais conquistas o vice-campeonato Gaúcho de 1921, o título do Interior também em 1921 e o título da Segunda Divisão Gaúcha em 1978. Esta é a terceira vez que o Periquito fecha as portas. Na primeira vez, permaneceu fechado de 1979 a 1984, alegando dificuldades financeiras e fechou as portas novamente entre 1986 e 1998 pelo mesmo motivo.


Crise econômica faz Fórmula Truck ser cancelada em 2017


A organização da Fórmula Truck, em caráter oficial, comunicou nesta quarta feira, dia 28, o cancelamento de todo o campeonato 2017, que já estava em andamento.
O motivo do cancelamento, segundo a organização, foi de ordem econômica que atinge o mercado brasileiro.

Confira a nota divulgada:

Comunicamos a todos patrocinadores, colaboradores, torcedores, dirigentes, pilotos e amigos, a suspensão de nossas atividades relacionadas ao Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck - temporada 2017.
As razões que nos levaram a tal decisão foram de ordem econômica, emanadas pelo cenário que atinge o mercado brasileiro, já há três anos, com fortíssima acentuação no segmento do transporte, pelo qual pertencemos, bem como outros sérios problemas que surgiram neste semestre.
Não foi fácil chegar à condição de principal categoria do automobilismo do Brasil, mas os números não negam, alcançamos resultados muito fortes e impressionantes, sofremos e amadurecemos, mas com uma estrutura que nos permite afirmar que fizemos sucesso, e isso, só foi possível porque nossos objetivos sempre foram pela busca incessante do retorno aos patrocinadores e pela dedicação extrema ao grande público que sempre nos prestigiou.
Porém, as coisas nem sempre são do jeito que gostaríamos que fossem, chegou nossa hora de pararmos, repensar nossos caminhos, asseguramos que não vamos desistir, vamos continuar lutando para cravar outras marcas até o fim de nossa trajetória. A vida é assim, ela nos experimenta, insistimos, mas chegou a hora de discernirmos a emoção da racionalidade, as duas podem até conviver por algum tempo, mas por fim, a racionalidade sempre deve imperar.
Gostaríamos de ressalvar que estaremos envidando todos os esforços para retomarmos nossas parcerias para a temporada 2018, cabe ressaltar que estamos tão somente suspendendo o campeonato de 2017, sendo que nossas demais atividades continuam normalmente.
Agradecemos por todos os momentos em que voces, público e patrocinadores, nos deram a preferência e oportunidade de recebê-los, esperamos ter entregado não só um entretenimento nos autódromos que sempre procuramos melhorar e arrumar, mas também a certeza de que sempre bem atendemos e que cumprimos a nossa missão de construirmos amigos ao longo deste empreendimento.

A todos que acreditam no nosso trabalho, nossa mais sincera gratidão.

Obrigado pelo Carinho,

Até breve,

Neusa Navarro