domingo, 19 de junho de 2011

Uma camisa do Veranópolis espera por você.



O Blog chegou aos 20.000 acessos, e como prometemos vamos dar a um visitante uma camisa oficial do Veranópolis Esporte Clube Recreativo e Cultural, o VEC. 
Para concorrer é fácil, basta ser um seguidor do blog. No alto do blog, a esquerda onde diz "SEGUIDORES" você faz a sua inscrição. No final do mês de Julho vamos fazer o sorteio. 
Esta promoção é conjunta:MIXESPORTESHOW e NZ ESPORTE.

Seja nosso seguidor e concorra acamisa oficial do VEC.

Boa Sorte!

Cerâmica é líder da segundona. Venceu o Avenida por 2 X 1

O Cerâmica abriu o caminho do sonho de volta à elite com o pé direito. O time de Gravataí venceu, na abertura do quadrangular final da Segundona, o Avenida por 2 a 1. Na segunda rodada, na quarta-feira, o Avenida joga dentro dos Eucaliptos, diante do Brasil de Farroupilha, que na estreia ficou no empate de 1 a 1 com o Juventus de Santa Rosa, dentro de casa. Já o Cerâmica enfrenta o Juventus, no Carlos Denardin, em Santa Rosa.


O Avenida tem agora dois jogos consecutivos dentro de casa. Na quarta-feira com Brasil de Farroupilha e, no sábado, diante do Juventus de Santa Rosa. Para seguir "sonhando" com a vaga na elite, apenas os seis pontos servem para os comandados de Beto Campos. Ao final do jogo, o presidente Jair Eich criticou o fraco rendimento do time.

Nada melhorou. Coritiba e Inter ficam no empate por 1 a 1


Falcão, técnico do Inter, sentiu a necessidade de mudar, optou por Muriel no gol e Glaydson no meio-campo. Seus escolhidos quase lhe dão a vitória na quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Mas não foi o suficiente para o seu sistema tático mais robusto sair intacto do Couto Pereira. O Coritiba conseguiu marcar o seu gol, empatando o jogo por 1 a 1. Muriel assumiu a vaga de Renan, cujo contrato terminará no fim do mês e não será renovado. O goleiro foi um gigante em campo. Salvou pelo alto e embaixo das traves. Efetuou dois milagres em um lance só. No lance do gol do Coxa, aos 29 minutos do segundo tempo, defendeu o pênalti de Davi e ainda tocou na bola antes de ela cruzar alinha no chute de seu rebote. Já Glaydson atuou na vaga de Oscar, fortalecendo a consistência defensiva. Em chute de fora da área, ele marcou o gol gaúcho, no começo do segundo tempo. Porém, a ausência da manutenção da bola no campo ofensivo impôs pressão dos donos da casa até sair o gol de empate. Falcão segue sem perder fora de casa, com três vitórias e três empates. O Colorado é o 12º colocado, enquanto os paranaenses ocupam o 16º lugar, saindo da zona de rebaixamento.
A próxima rodada reserva o Cruzeiro para o Coritiba, enquanto para o Inter o próximo adversário será o Figueirense.

Paranaguá saiu na frente. Venceu o Ipiranga por 1 X 0

Aconteceu neste domingo o primeiro joga final da Copa Libertadores do Nordeste. O tempo nublado não impediu que torcedores do Ipiranga, em maior número, e do Paranaguá comparecessem no Estádio Irmão Hebert Wildner para torcer pelas suas equipes. Foi um jogo bastante igual, mas que teve o gol de Marcelo para o Paranaguá determinando a diferença neste primeiro tempo da decisão. O ponto negativo foi a arbitragem de Eder Zanella, que acabou não agradando ambas as equipes. Com o resultado positivo o Paranaguá tem a possibilidade de em sua casa no próximo domingo conquistar o título deste ano. Para o Ipiranga resta buscar a vitória por diferença de um gol pra provocar a prorrogação. Domingo que vem em Nova Roma o estádio será pequena para tantas emoções. Um grande jogo é esperado, e tomara que com um árbitro a altura da final. A 96,1 FM vai transmitir mais esta grande final regional. 

Empate em casa e tempo ruim no Grêmio

O tempo neste domingo, no Olimpico, foi ruim. O resultado em campo era dos piores, nublado como o céu de Porto Alegre. Mas o Grêmio conseguiu abrir pequeno feixe de luz aos 39 minutos do segundo tempo, quando Roberson, evitando o que seria a derrota diante do Vasco. O gol nos minutos finais decretou o empate por 1 a 1, transformando um resultado péssimo, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, em um pontinho. Fernando Prass formado na base gremista não chegou a receber a oportunidade de ver um Olímpico inteiro o aplaudir com a camisa tricolor. A irritação da torcida durante a partida pode ser interpretada como um elogio ao goleiro do Vasco. Nos primeiros 15 minutos, ele efetuou três grandes defesas, sendo uma delas em pênalti cobrado por Gabriel. O Grêmio pecou aonde vem expondo sua deficiência a cada vez que entra em campo. O ataque deixou a desejar. Nem mesmo vestindo o uniforme retro, inspirado no time que venceu o Brasileiro de 81 Lins e Junior Viçosa deram a força ofensiva que o time precisa. Bons tempos de Baltazar e Tarciso. O Vasco fez o seu jogo, minando a confiança gaúcha. O que faltava apareceu. O brilho de Bernardo estourou aos 31 minutos do segundo tempo, 60 segundos após ter entrado no úmido gramado do Olímpico. Em chute ao lado da área, o meia encobriu Victor, anotando o gol da vitória.Porém, o Tricolor não desistiu. Aos 39 minutos, Roberson, após cobrança de escanteio, conseguiu fazer o gol gremista, deixando o clube na oitava posição, enquanto os cariocas são os sexto colocados. 
A próxima rodada marca o confronto do Grêmio contra o Botafogo, no Engenhão. Enquanto o Vasco enfrentará o Atlético-GO, novamente fora de casa.

Brasil de Farroupilha empatou a primeira na fase final da segundona


O Brasil de Farroupilha empatou em 1 a 1 com o Juventus, na estreia pela fase final do Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão. A partida aconteceu na noite desta quarta-feira, no Estádio das Castanheiras, em Farroupilha. O primeiro tempo da partida foi equilibrado. As equipes se revesaram no controle territorial da partida. O Juventus abriu o placar, aos 24 minutos. Após jogada pela direita, a bola foi cruzada para a área. O meia Giliardi dominou e encobriu o goleiro Luiz Muller, fazendo 1 a 0 para o time visitante. O empate do Brasil veio minutos depois. Tiago cruzou da direita e Adão cabeceou para as redes, para festa do torcedor que lotou o Estádio das Castanheiras. Na etapa complementar, o Brasil foi melhor e pressionou bastante. Utilizando a bola aérea, o time farroupilhense teve boas chances e chegou a acertar a trave, em cabeçada de Heverton. Nos minutos finais, o rubro-verde amassou o adversário, mas não balançou as redes. O técnico Paulo Turra lamentou a atuação da equipe. “A equipe deles fez um bom jogo e nós estivemos longe da nossa característica. Pecamos em alguns aspectos. Esse time não é a minha equipe. Não é o Brasil de Farroupilha que vinha jogando. Deixamos muito a desejar. Não fomos agressivos na marcação em momento nenhum. Se marcarmos dessa forma qualquer um vai deitar em cima da gente”, finalizou. O Brasil de Farroupilha volta a campo na quarta-feira, às 20h, diante do Avenida, em Santa Cruz do Sul.
Ficha Técnica:
CAMPEONATO GAÚCHO DA SEGUNDA DIVISÃO
18/06/2011 ESTÁDIO DAS CASTANHEIRAS (FARROUPILHA/RS)
BRASIL/FA 1 X 1 JUVENTUS
Arbitragem: André Cieslak
Cartões Amarelos: Tiago, Heverton, Fabinho, Rodrigo Dias (BF); Jésum, Márcio (J)
GOLS: Adão (BF); Giliardi (J)
BRASIL/FA: Luiz Muller; Tiago, Jean, Heverton e Fabinho; Rodrigo Dias, Eduardinho (Tiago Rodrigues), Tiago Renz e Marcos Paraná; Rafael Xavier e Gavião (Adão). Técnico: Paulo Turra.
JUVENTUS: Vagner; Aírton, João Carlos, Jésum e Jonatan; Márcio, Donovan, Gabriel (Cristiano), Aldair (Pito); Giliardi (Sérgio Luis) e Maicon. Técnico: Gelson Conte.

Fonte: Comunicação SERC BRASIL