sábado, 2 de agosto de 2014

Inter vai em busca de Nilmar e Taison

Em busca de velocidade para o ataque, o Inter tentará as suas duas últimas cartadas na janela de agosto: Nilmar e Taison. Ataca em duas frentes com a tentativa de obter sucesso ao menos em uma delas. São duas negociações complexas e que precisam ter um desfecho até o dia 13, última data para que o futebol brasileiro contrate atletas no Exterior. Outro que está na mira é Fred. Nilmar é sempre um sonho do Inter. O clube monitora a carreira do atacante no Catar desde o ano passado, quando pensou em negociar o seu retorno — mais a contratação de Saviola; ambas frustradas.

Desde as primeiras horas de quinta-feira, quando o Al-Jaish anunciou a rescisão com o jogador, o radar colorado se voltou para o Oriente Médio. O Inter ainda teme, porém, que Nilmar tenha deixado o Jaish para voltar para o Al-Rayyan, caminho inverso do que fez no começo da temporada. O problema é ter que voltar a negociar com Orlando da Hora, o agente de Nilmar. Em 2012, quando o Villarreal foi rebaixado, todos os principais jogadores do clube espanhol foram negociados ou forçaram a saída. O Inter tentou se aproveitar deste fato e correu atrás do atacante. Ofereceu um salário de R$ 600 mil mensais (na época, o teto do clube), mas Da Hora bateu pé e exigiu vencimentos de R$ 900 mil ao mês. O Inter não pôde concorrer com os petroeuros do Al-Rayyan e Nilmar trocou Castelón por Doha. Para voltar ao Brasil, o atacante passaria a receber bem menos do que ganha no futebol catari. Este seria o segundo retorno de Nilmar ao Beira-Rio após ter sido vendido ao Lyon, em 2004. O atacante voltou pela primeira vez após romper com o Corinthians, em 2007, sendo revendido ao Villarreal, em 2009. Se recontratado, Nilmar ainda precisará realizar uma pré-temporada de pelo menos três semanas antes de estrear no Brasileirão. 

A segunda frente aberta pelo Inter para o ataque está no Leste Europeu: Taison. Devido à crise entre Rússia e Ucrânia, há grande preocupação dos jogadores brasileiros do Shakhtar em permanecer no país. O clube gaúcho já encaminhou propostas de empréstimo pelo atacante e por Fred. Na próxima semana, o agente do atacante, Alcione Dornelles, embarcará para Donetsk a fim de tentar obter o empréstimo do camisa 28. Nenhuma das transações com o Shakhtar é fácil. Os principais dirigentes do clube ucraniano estiveram incomunicáveis nos últimos dias. A demora de alguns atletas brasileiros na reapresentação para a pré-temporada — entre eles, Fred — também não colaborou muito para as conversações.

O Inter passa a apostar em um nome de peso para ser o velocista do ataque porque se surpreendeu com Martín Luque. Pensava que ele estivesse mais preparado para chegar ao país e se mostrar em condições de ser titular. Precisará de mais tempo. 

Nilmar

— 30 anos

— Na temporada passada disputou 15 partidas pelo Al-Rayyan, todas como titular, e marcou dois gols. Também jogou três vezes pelo Al-Jaish, sempre como titular, e fez dois gols

— Vendido pelo Inter em 2004 ao Lyon por 5,7 milhões de euros

— Vendido pelo Inter em 2009 ao Villarreal por 16,5 milhões de euros 

Taison

— 26 anos

— Na temporada passada disputou 19 partidas pelo Shakhtar Donetsk, 15 delas como titular, marcando apenas um gol 

— Vendido pelo Inter em 2010 ao Metalist (UCR) por 6 milhões de euros