terça-feira, 23 de setembro de 2014

Alemão da Geral proibido de frequentar estádios em jogos do Grêmio


Uma decisão da 2ª Vara Criminal e Juizado do Torcedor e Grandes Eventos de Porto Alegre, emitida nesta terça-feira, proíbe Rodrigo Marques Rysdyk, o Alemão da Geral, a ingressar em estádios durante os jogos do Grêmio. A decisão foi tomada em caráter cautelar pelo juiz Marco Aurélio Martins Xavier com base na ocorrência policial registrada por Elvio José Pires, secretário-geral do clube, contra Rysdyk. Conforme Pires relatou, no Gre-Nal do dia 10 de agosto, no Beira-Rio, o líder da Geral do Grêmio e outros torcedores teriam feito ameaças a ele e a um grupo de dirigentes tricolores. De acordo com o secretário-geral, o grupo teria começado a "fazer um gesto com os dois dedos como se fosse dar um tiro, um gesto com o dedo no pescoço como se fosse degolar".
Por outro lado, Alemão afirmou ter recebido "um peitaço, dedo em riste, do(Luiz) Moreira (assessor especial da presidência) e do Élvio" em uma reunião do Conselho Deliberativo do Grêmio no dia seguinte ao clássico. Com base em "indícios evidentes de autoria do fato", o magistrado decidiu por impedir a entrada do Alemão da Geral em qualquer jogo do tricolor gaúcho. Ele terá de se apresentar a uma Delegacia de Polícia 30 minutos antes das partidas e só poderá deixar o local 30 minutos após seu término.