quarta-feira, 17 de setembro de 2014

FGF não paga mais! Agora é com os clubes do RS.

A Federação Gaúcha de Futebol não irá mais pagar as taxas de arbitragem das próximas rodadas das competições do segundo semestre, para o VEC a Super Copa Gaúcha. O motivo é a falta de patrocínio para bancar este serviço. A Federação havia conseguido o apoio do governo do estado, através do Programa Nota Fiscal Gaúcha, para o pagamento das taxas para os clubes. Contudo, o valor banca somente 50% dos jogos das competições. Como a entidade máxima do Rio Grande do Sul não conseguiu os 50% restante com outro patrocinador, agora, as próprias equipes terão de arcar com mais esta despesa. Os presidentes deverão desembolsar 2 mil reais por partida. O árbitro recebe o valor em dinheiro (espécie) e caso a taxa não seja paga antes da partida, o juiz não dará condições de jogo. È mais um fato lamentável, e que vai acabando com o futebol gaúcho. Confira o teor da nota da FGF.

" Prezados Senhores
           Ao cumprimentá-los, a Federação Gaúcha de Futebol, através de sua Presidência, vem por meio deste comunicar que conforme e-mail enviado no dia 01/08/2014, a FGF fechou parceria com o Programa Nota Fiscal Gaúcha, parceria essa que proporcionou o pagamento de 50% (cinquenta por cento) das despesas de arbitragem das competições profissionais do segundo semestre de 2014. Até o presente momento, a FGF não conseguiu nova parceria que proporcione o pagamento dos 50% (cinquenta por cento) restantes, assim sendo, a partir da próxima rodada os clubes mandantes ficam responsabilizados pelo pagamento das taxas de arbitragem das partidas dos Campeonatos Regionais e da Copa Fernandão. Salientamos, que seguimos trabalhando com objetivo de viabilizar o restante do recurso para o pagamento desta despesa."