sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Gilmar Dal Pozzo é o novo técnico do Criciúma

O Criciúma tem novo treinador acertado: Gilmar Dal Pozzo. Após a eliminação para o São Paulo na Copa Sul-Americana, na noite desta quinta-feira, o diretor de futebol do Tigre, Claudio Gomes, afirmou que estava selado o acordo por com um substituto de Wagner Lopes. Porém, informou que o anúncio oficial só será feito pelo presidente Antenor Angeloni, na tarde desta sexta-feira, durante entrevista coletiva no estádio Heriberto Hülse. Gilmar foi apresentado durante a entrevista com o dirigente máximo do Carvoeiro, nesta sexta, faz o primeiro e único treinamento no sábado e estreia no dia seguinte, diante do Corinthians, no Heriberto Hülse, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. A intenção do Criciúma era manter o sigilo até o 11º desde a demissão do técnico Wagner Lopes. O nome de Dal Pozzo estava entre os que os cartolas do Tigre mantinham conversa nos últimos dias. Ainda no Morumbi, Gomes disse que a coletiva com Angeloni não tem relação direta com o anúncio oficial do novo treinador.
Desde a demissão de Lopes, o Criciúma fez contato com outros treinadores, como Dorival Júnior, que alegou um problema familiar, e Renato Gaúcho, que tem vista no mercado internacional. O Tigre demonstrou que gostaria de um nome pelo menos razoavelmente conhecido no cenário nacional, mas não abriu mão de contratar um profissional com estilo mais “linha dura”. Dal Pozzo foi descartado pelo Carvoeiro no mesmo dia em que Wagner Lopes foi demitido. Porém, com as recusas, o nome do treinador voltou à pauta nos últimos dias. No currículo, o catarinense criado no Rio Grande do Sul tem dois acessos em sequência pela Chapecoense. Ele assumiu a equipe no meio da campanha da Série C, em 2012, e levou o time à segunda divisão. O objetivo era a manutenção do clube na Série B. Porém, o trabalho deu liga e ele e a Chape surpreenderam o país com uma trajetória sem jamais ter saído do G-4, ficando atrás apenas do Palmeiras, o campeão.

Gilmar Dal Pozzo completou 45 anos na última segunda-feira e é natural de Quilombo, no Oeste de Santa Catarina. Ex-jogador, foi goleiro de times dos três estados do Sul do país, além de Marítimo-POR, Goiás e Santa Cruz, entre 1989 e 2007. No ano seguinte ao término da carreira como atleta, deu início à trajetória como treinador, com início no Veranópolis-RS. Assumiu a Chapecoense, durante da Série C de 2012, foi seu primeiro clube como treinador fora do Rio Grande do Sul.No entanto, a pressão de primeira divisão ocorreu ainda no Campeonato Catarinense, sem que a equipe verde conseguisse demonstrar a mesma força da segunda divisão e nem conquistar vaga no quadrangular pelo título. Dal Pozzo balançou e chegou a dizer que os torcedores estavam sendo injustos por tudo que havia conquistado. O primeiro lugar hexagonal contra o rebaixamento amenizou a situação. Mas na Série A, apesar de boas atuações, a Chape apenas perseguiu a vitória. Gilmar foi demitido após seis jogos na primeira divisão e o treinador estava desempregado justamente depois da derrota para o Criciúma, na sexta rodada do Brasileirão.