quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Controlar os nervos e buscar a vitória, esta é a tarefa do VEC para encontrar o caminho neste campeonato.

Um time em estado de nervos! Talvez seja assim que se pode definir algumas declarações dadas por integrantes do grupo do VEC. Não estamos aqui falando especificamente de jogadores, mas estamos incluindo dirigentes também. Pode ser uma auto defesa, pode ser a vontade de acertar, pode ser a busca por uma explicação. Mas esta acontecendo! Só repara isso quem acompanha as entrevistas durante o transcorrer de uma jornada esportiva. Não é uma crítica, é uma constatação. Isso mostra que as pessoas envolvidas com o futebol do Veranópolis querem sair desta situação, buscam alternativas, tentam resolver e não conseguem. Mas somente demonstra isso quem gosta do Veranópolis, pessoas repito, verdadeiramente envolvidas na vida pentacolor. O mais importante é que não deixem que isso interfira nos seus trabalhos. No campo o VEC evoluiu, mostrou bom futebol, tomou um gol de bola parada, não é o primeiro erro neste sentido, e perdeu gols que normalmente não perderia. Amargou mais uma derrota por 1 X 0 diante do Caxias no Centenário, e agora tem o Grêmio pela frente na Arena. Julinho Camargo achou alternativas, montou o time que poderia ter saído com um resultado melhor na terça feira. 

REFORÇOS
A direção de futebol busca dois jogadores, ou mais. Esta garimpando o mercado dentro do valor que pode pagar, e deve anunciar estes jogadores brevemente. Segundo Dirceu Paulo Salla e Ademir Bertoglio, é um trabalho complicado, pois é necessário um jogador que venha e vista a camisa pentacolor. Pode vir mais um atacante e mais um zagueiro

DESTAQUE
O jogador escolhido como destaque foi Rafael Mineiro do VEC. Quando este jogador foi chamado por Julinho Camargo sempre correspondeu, o único gol marcado até agora foi dele. Mineiro é efetivo busca a jogada e tenta jogadas de gol. Perde gols também, mas é um jogador que busca a vitória. Rafael Mineiro foi escolhido como craque do jogo 96,1 FM e Ótica Visual.