quinta-feira, 7 de maio de 2015

E aconteceu por lá! Caso das bolas murchas no Super Bowl XLIX

A investigação independente conduzida por Ted Wells concluiu que o New England Patriots provavelmente atuou de forma deliberada para murchar as bolas na final da Conferência Americana na última pós-temporada, em partida contra o Indianapolis Colts. Ainda segundo o resultado das investigações, o quarterback Tom Brady provavelmente sabia do esquema. O Patriots venceu o Colts por 45 a 7. Depois, derrotou o Seattle Seahawks e conquistou o Super Bowl XLIX. Brady foi eleito o jogador mais valioso da decisão. O padrão da NFL para o enchimento das bolas é de 12,5 a 13,5 libras por polegada quadrada e peso de 396 a 425 gramas. Como resultado das investigações, o Patriots pode ser multado e até punido com a perda de escolhas em drafts futuros.


PARA ENTENDER O CASO

Cada time de futebol americano tem o seu próprio conjunto de bolas, que utiliza durante os seus ataques — e, portanto, são manuseadas quase que exclusivamente pelos quarterbacks de cada equipe (como Tom Brady nos Patriots). Estas bolas devem respeitar a calibragem definida pela NFL (entre 12,5 e 13,5 libras por polegada). No dia 18 de janeiro, o New England Patriots (time de Tom Brady) enfrentou o Indianapolis Colts. A partida era válida pela final da Conferência Americana e, quem vencesse, disputaria o Super Bowl da última temporada. Durante o primeiro tempo do embate, os jogadores dos Colts, ao interceptarem lançamento de Brady, constataram que a bola estava "murcha" e passaram a reclamação para a arbitragem. No intervalo do jogo, foi feita uma conferência da calibragem das bolas, acompanhada por representantes da NFL. As 11 bolas dos Patriotstestadas na ocasião estavam com a pressão abaixo do mínimo exigido pela Liga nos dois aparelhos usados para medir a calibragem. Quatro bolas dos Colts foram testadas e estavam dentro das regras. A partir de então, uma longa investigação foi realizada. Nesta quinta-feira, o resultado foi divulgado. São 243 páginas, em inglês, que podem ser conferidas clicando aquiEm teoria, uma bola com pressão menor e, portanto, mais "murcha", pode facilitar o lançamento e a recepção de quem a utiliza e os Patriots teriam tirado vantagem esportiva da manobra.