domingo, 26 de julho de 2015

Brasil estreia contra o Chile, fora de casa, nas Eliminatórias da Copa

A Fifa realizou no sábado, em São Petersburgo, na Rússia, o sorteio das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018. E o Brasil soube que irá encarar em seu primeiro confronto rumo ao Mundial uma grande pedreira. Trata-se do Chile, atual campeão da Copa América, que ainda terá a vantagem de atuar em casa depois de ter faturado, no início deste mês, pela primeira vez em sua história a principal competição do continente sul-americano. Ronaldo, campeão do mundo com a seleção em 1994 e 2002, e Diego Forlán, eleito o melhor jogador do Mundial de 2010, sortearam as bolinhas que definiram a ordem dos confrontos do qualificatório, cuja ordem já estava pré determinada. O Brasil, por sinal, já sabia desde a última sexta-feira que terá pela frente a Argentina, na terceira rodada das Eliminatórias, fora de casa, pois os brasileiros foram definidos previamente como Time 5, enquanto os argentinos como Time 4 no sorteio. 
A justificativa da entidade para isso foi evitar que alguma outra seleção enfrente brasileiros e argentinos em uma mesma rodada dupla, como é disputada as Eliminatórias Sul-Americanas. No último sábado, portanto, a Fifa apenas sorteou a posição das outras oito seleções participantes do torneio classificatório, que são Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. E, como a ordem das partidas já estava definida por meio da denominação dos números para cada seleção (Time 1, Time 2, Time 3 e daí por diante), o Brasil soube neste sábado que enfrentará a Venezuela, em casa, em seu segundo jogo nas Eliminatórias Sul-Americanas, para em seguida ter de viajar de novo para enfrentar a Argentina. Sem poder contar com Neymar nas duas primeiras partidas das Eliminatórias, pois o atacante terá de cumprir mais dois jogos de suspensão após ter sido punido por suas atitudes erradas cometidas no duelo diante da Colômbia, pela primeira fase da Copa América, o Brasil depois fará o seu segundo jogo em casa na quarta rodada, contra o Peru de Paolo Guerrero. 
E, mais uma vez em seus domínios, os brasileiros irão pegar o Uruguai na quinta rodada, antes de ter pela frente Paraguai (fora), Equador (fora), Colômbia (casa) e Bolívia (casa) no restante do primeiro turno das Eliminatórias. Já na primeira rodada do segundo turno o Brasil enfrentará a Venezuela, fora de casa, antes de voltar a encarar a Argentina, em casa. Peru e Uruguai (fora), Equador (casa), Colômbia e Bolívia (F) e Chile (C), nesta ordem, fecham a rota do Brasil nas Eliminatórias. Vice-campeã da Copa América e atual vice-campeã mundial, a Argentina abrirá as Eliminatórias contra o Equador, em casa, assim como a Colômbia também atuará em seus domínios na primeira rodada, contra o Peru. Já Paraguai e Uruguai terão de viajar para encarar respectivamente Venezuela e Bolívia na estreia. As dez seleções sul-americanas vão se enfrentar em sistema de pontos corridos, com jogos de ida e volta, em 18 rodadas, entre 4 de setembro de 2015 e 10 de outubro de 2017. Os quatro primeiros colocados se classificam para a Copa do Mundo de 2018, enquanto o quinto disputará uma repescagem intercontinental contra uma seleção da Oceania a ser definida.