terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Massagistas do Veranópolis, Inter e Caxias representaram o Estado em congresso nacional da categoria

Uma das profissões mais tradicionais do futebol, os principais massagistas esportivos do país participaram de um congresso nacional em São Paulo para debater as melhorias da categoria. 
Preto do VEC , ao lado de Juarez, massagista do Inter
Do Rio Grande do Sul, foram três representantes: Juarez Quintanilha (Inter), Rudivan Delara, o Preto (Veranópolis Esporte Clube e Associação Atlética Veranópolis), e Carlos Oliveira, o Carlinhos (Caxias). O evento contou com a participação e o apoio de vários profissionais de outras áreas, como o técnico Dorival Júnior (Santos) e os atletas Ricardo Oliveira (Santos) e Alan Kardec (São Paulo), além de fisioterapeutas e nutricionistas. Entre as iniciativas deste primeiro congresso, a criação da Associação dos Massagistas Esportivos do Brasil (AMEB) e a formação da primeira diretoria. 


Ademir Ramos, do Avaí, foi eleito o primeiro presidente da AMEB, com Juarez (Inter) como vice. Ainda fazem parte da diretoria Wellington (Fortaleza), Valder (Santos) e Serginho (Palmeiras e Seleção Brasileira). A missão é atender as demandas dos massagistas de todo o país, já que muitos atuam em condições desfavoráveis nos clubes pequenos e sem estrutura. Para atuar na área, é preciso ser massoterapeuta e socorrista. Os massagistas também querem que a CBF promova um curso para novos profissionais.