sexta-feira, 3 de junho de 2016

Nova tecnologia para auxiliar a arbitragem no futebol, vai começar pelo Brasil.


O futebol pode ter dado um grande passo rumo à diminuição dos erros de arbitragem. A Fifa autorizou na quinta-feira, dia 2/06, a utilização do vídeo para lances polêmicos durante as partidas do Campeonato Brasileiro. A medida será um teste e, por isso, o "árbitro de vídeo" só poderá assistir às jogadas, mas não interferir na decisão do árbitro principal. Todos os erros percebidos nos jogos serão parte de um relatório que avaliará como o recurso de vídeo contribuiu para o futebol. O documento será entregue à Fifa e ao International Board. Além da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que se diz idealizadora do projeto, países como Alemanha, Austrália, Estados Unidos, Portugal e Holanda também testarão a medida.


"Para nós é um orgulho porque esse embrião nasceu no Brasil, com o projeto do diretor técnico da Escola de Arbitragem, Manoel Serapião. Abraçamos esse conhecimento e estamos começando a colher os resultados, com essa primeira aprovação do IFAB [ International Football Association Board] e o interesse de outras confederações", disse Sérgio Corrêa, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF.