domingo, 19 de junho de 2016

Soldiers bate o Juventude no Beira-Rio e conquista o Gigante Bowl


O futebol americano deu o maior passo de sua história dentro do Rio Grande do Sul. Em uma noite fria de sábado o Estádio Beira-Rio recebeu 12 mil pessoas na primeira edição do Gigante Bowl, a final do Campeonato Gaúcho. Com uma defesa forte e uma atuação destacada do corredor Guilherme Busanello, eleito o mais valioso da partida, o Santa Maria Soldiers derrotou o Juventude FA por 21 a 3 e chegou ao terceiro título estadual da equipe. 


Antes do jogo começar, o evento teve shows - entre eles, do Tchê Barbaridade e da cantora Kátia Aveiro, irmã de Cristiano Ronaldo. O espetáculo à parte ficou por conta do show de luzes da torcida. Quando a bola oval voou, o Santa Maria Soldiers começou melhor, apesar do favoritismo do Juventude FA. Na primeira boa campanha, conseguiu um avanço interessante, mas o kicker Maurício Faé errou o field goal de 30 jardas, e o placar seguiu zerado. Na campanha ofensiva seguinte, o time de Santa Maria conseguiu marcar. 


Primeiro, avançou graças a uma falta pessoal do Juventude. Em seguida, o running back Guilherme Busanello correu pela esquerda para anotar o primeiro touchdown da partida, abrindo 7 a 0 para o Soldiers depois da conversão do ponto extra. Bruno Bortoluzzi, corredor do Juventude FA, teve um touchdown anulado por conta de uma segurada da linha ofensiva. A primeira pontuação do time de Caxias do Sul ocorreu apenas no fim do segundo quarto. Depois de uma campanha longa, o kicker Matheus Ely converteu o field goal, deixando o placar em 7 a 3 no intervalo, que teria o último show da noite, com o Papas da Língua. No segundo tempo, o Soldiers voltou com tudo. Primeiro, o defensor Fabrício Ziegler conseguiu uma interceptação e retornou até a linha de 14 jardas do campo de ataque. Depois, o wide receiver Douglas Elesbão foi usado em uma jogada de corrida e chegou até a end zone. Depois do ponto extra, a vantagem já era de 14 a 3.


Logo no início do quarto período, o Juventude tentou surpreender em uma quarta descida, mas o recebedor Vágner Pacheco foi interceptado na tentativa do passe. A interceptação foi novamente de Fabrício Ziegler, um dos nomes defensivos do Soldiers. No entanto, desta vez o time de Santa Maria não capitalizou. O fullback Marlon Limana soltou a bola e devolveu a posse para o Juventude pouco depois. Até o fim da partida, o Juventude tentou avanços, mas tinha dificuldade em economizar o relógio. Enquanto isso, o Soldiers fazia questão de deixar o tempo passar para garantir a vitória. Dois sacks (ato de derrubar o quarterback) de Davi Oliveira garantiram o resultado. Com a bola perto da end zone, Busanello ainda anotou outro touchdown para fechar o placar em 21 a 3.


Fonte: Zero Hora