terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Veranópolis: VEC correu perigo de perder pontos, mas o erro foi da FGF. Entenda o caso.

Uma suposta escalação irregular de jogadores que poderia tirar pontos do Veranópolis teve falha do TJD. A admissão do erro vem do próprio tribunal esportivo. O problema é com o goleiro Anderson, do VEC. No ano passado, quando atuava pela Apafut, foi expulso em partida contra o Caxias pela Copa Serrana. Julgado, foi condenado a dois jogos de suspensão. Não cumpriu. Antes do começo do Gauchão, o Veranópolis fez uma consulta ao TJD sobre algum impeditivo para escalar o jogador e recebeu como resposta de que o atleta estava liberado. Assim, ficou no banco em dois jogos. Depois da partida contra o Brasil, aconteceu uma consulta por equipes interessadas nos pontos do VEC, e o tribunal percebeu que estava equivocado na orientação. 
— Foi uma falha nossa — reconheceu o secretário César Cabral. 
A punição foi convertida no pagamento de cestas básicas, uma alternativa bastante comum nestes casos. 
A situação é semelhante à que envolveu o volante Petros, no Corinthians de 2013. À época, o clube paulista consultou a Federação Paulista e a CBF, e ambos informaram que o jogador estava apto a atuar. Depois, constatou-se que havia uma falha em seu contrato. O STJD entendeu, por unanimidade, que não houve dolo por parte do clube e o absolveu. O caso do Veranópolis está com a procuradoria do TJD, que deverá arquivá-lo.
Foram alguns dias de angústia e preocupação por parte da direção Pentacolor, mesmo sabendo que o Veranópolis havia consultado antes do início da competição, a FGF. 
Como faz todos os anos antes do início, Ademir Bertoglio, gerente de futebol, remeteu a FGF o nome de todos os jogadores para saber se algum deles estava com situação irregular. A resposta que retornou da federação foi que apenas Athos estava com uma pendência, que foi cumprida com cesta básica, o restante, segundo a FGF estava regular. O erro partiu da própria federação, do setor responsável pelos atletas que disputam o gauchão. Mas, até tudo ficar resolvido foi muito preocupante.