domingo, 28 de maio de 2017

NOVA PRATA: ANPE PERDE PARA O TRÊS PASSOS E DÁ ADEUS À TERCEIRONA.



Na tarde de domingo, dia 28, a Associação Nova Prata foi até a cidade de Três Passos, enfrentar a boa equipe do TAC. Durante à semana que passou e na viagem os jogadores, comissão técnica e direção acreditavam que a equipe conseguiria vencer e se classificar. A frase mais dita depois dos últimos dois jogos e vencidos pela ANPE era: "não tá morto quem peleia", mas a equipe "morreu" e perdeu o jogo por 5X0 para o Três Passos e deu adeus ao Campeonato da Terceirona 2017.
Foi um ano atípico. No começo da temporada, muito se ouvia falar que a equipe nem disputaria o Campeonato. Mas, às pressas o time foi montado, basicamente com jogadores da região. No início tentou-se uma parceria com um empresário que trouxe alguns jogadores argentinos, mas a parceria não vingou, e dos atletas, apenas um deles, o centroavante El Tanque, conseguiu o visto de trabalho brasileiro e pôde jogar. Este foi o goleador da equipe. Os demais foram dispensados. Atletas jovens, muitos apenas com ajuda de custos entravam em campo e mesmo assim alguns se destacaram.

Na sua chave, com 7 equipes, o Nova Prata ficou na última colocação e foi a única que não se classificou, pois 6 delas passavam para a próxima fase. Foi uma campanha muito abaixo do esperado. E isso só vem a provar, que é muito complicado disputar sem uma estrutura ao menos profissional. Precisa-se investir em jogadores jovens sim, mas mesclados com jogadores experientes, aí certamente teriam colhido melhores resultados.
O futebol de Nova Prata só irá se destacar quando houver uma união de pessoas que gostam e investem tempo e dinheiro numa só equipe. Vejam quantos times amadores se tem na cidade. Quantas pessoas que poderiam ser dirigentes, colaboradores, atletas enfim, mas, impera a famosa rivalidade. A renovação de mentes pensantes deveria ser buscada, armada e implementada, só assim um dia se poderá sonhar em ter uma equipe disputando à primeira divisão no Estado e o principal: ter recursos e patrocínios para isso. O dinheiro está cada vez mais escasso e cada vez será pior, pois se cria a imagem que isso não dará certo de novo.
O que se houve muito falar em rodas de conversa é: "ou todos se unem e montam uma grande equipe, ou não chegaremos à lugar nenhum!".
Fica o sentimento de fracasso de mais um ano, mas que sirva de lição!!!

Fonte: Rádio Ativa FM - Nova Prata