terça-feira, 25 de julho de 2017

Veranópolis: Sobre os estádios ADF e Palugana


E o assunto é; estádios de Veranópolis. O que me faz escrever novamente sobre este assunto são as últimas informações que obtive junto a pessoas que estão trabalhando diretamente no projeto. À duas semanas atrás tive a oportunidade de conversar com os engenheiros da prefeitura que estão trabalhando nas futuras reformas do estádio da Palugana, e na semana passada conversei com o prefeito Valdemar de Carli. 


Vamos aos fatos. Segundo os técnicos, a muito a se fazer para recuperar o Alcemiro Laurino Guzzo, a começar pela marquise do estádio, que segundo eles está condenada, e deve ser demolida. Saber exatamente qual o tamanho da área que pertence à prefeitura também é importante, bem como adequar financeiramente o projeto. O trabalho está sendo elaborado e deverá ser apresentado em breve. Com o prefeito, fiquei sabendo que já existe um valor, específico para este fim, para ser colocado na Palugana, um montante de R$ 800 mil reais. Valor que não é suficiente para tudo o que precisa ser feito lá, um projeto amplo e que transformaria o local em um centro esportivo e de lazer dentro do que seria o ideal. 
Estávamos na Palugana eu, Bino Marin, Ademir Bertoglio e o Guego e sentimos a preocupação do prefeito em relação a não perder a verba, pois se ela não for utilizada, volta a sua origem. Onde irá o VEC durante as obras, já que estará em época de campeonato gaúcho, é mais um problema a ser resolvido. E aí surge mais uma preocupação, a verba diz respeito somente a obras no estádio Alcemiro Laurino Guzzo, e não serve para o ADF. Isso significa que não existe verba para a reforma do Antônio David Farina onde o muro caiu. Vai ser preciso, segundo Valdemar de Carli, buscar outro valor financeiro, uma verba, especificamente para reforma do ADF. Na Palugana o primeiro passo deve ser a construção de uma quadra poliesportiva, pista de skate, que sabe bancos, quem sabe uma academia ao ar livre e arborização, isso na parte frontal. O restante do projeto poderia contemplar pista de caminhada, novos banheiros, iluminação interna e embelezamento. Torço para que isso de certo, e que possamos ter um lugar aprazível, com segurança e disponível. Quanto ao ADF, é prefeito; é preciso agilizar rápido pois o campeonato gaúcho está aí, batendo a nossa porta.