quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Vamos trocar uma ideia? Eu acredito no Pentacolor!



Decepção, conformismo, esperança, orgulho palavras que mostram um sentimento, e que neste momento se misturam na cabeça e no coração dos torcedores do Pentacolor. Alguns jogaram a toalha, a grande maioria ainda acredita, tem esperanças. Mas todos não escondem o orgulho de viver a duas décadas e meia o Veranópolis Esporte Clube. E é justamente nesta mistura de sentimentos, que estamos todos vivendo este momento difícil. Erros aconteceram nesta temporada e não tem como negar, prova é a campanha deficitária, e concerta-los durante a caminhada, que não terminou ainda, é complicado...algumas coisas podem mudar de rumo, outras vão ficar no aprendizado para não repeti-las. O VEC começou com muita esperança de fazer boa campanha, no meio do caminho viu que não dava, e mudou...o gauchão que era de 11 jogos, veio para seis, quatro...e agora três, sim...três jogos para a manutenção da competição para 2020. Possível? Sim é possível. Difícil? Extremamente, mas possível. Vai ser de jogo a jogo, se perder o primeiro contra o Pelotas...deu, terminou...tem o VEC para continuar com possibilidade, vencer. Vencer a primeira, a segunda e a terceira, e aí lá no final, comemorar. Mas será que tem time para isso? E o que veremos de agora em diante. Posso ser sincero com vocês? Eu acredito! Pode ser que seja aquele dito popular “ a esperança é a última que morre”, ou um desejo forte, ou apenas vontade que aconteça, mas...não quero desistir, jogar a toalha como escrevi lá no começo do texto, e também sim, confiança em alguns jogadores guerreiros que hoje vestem o mato sagrado pentacolor. Não quero que me tirem esta esperança, nem a minha, nem a do torcedor...dá para vencer, os adversários não são super times, alias, são equipes iguais a do Veranópolis. 
Não tem mais o que comentar sobre o time, tem sim que torcer e aproveitar os 15 dias antes do próximo jogo para trabalhar e trabalhar, e quando chegar a hora ser cirúrgico e vencer cada jogo dos três que faltam. Lutem por nós, temos orgulho do nosso time, o que leva o nome de nossa cidade, e que a duas décadas e meia é motivo de alegria e orgulho, mais dois sentimentos que são humanos e sinceros. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar.