quarta-feira, 29 de julho de 2015

Ingressos do Gre-Nal serão pessoais e com assento marcado

Reuniões ocorridas na sede do Ministério Público nesta terça-feira definiram que os ingressos referentes às torcidas mistas nos Gre-Nais serão comercializados pelo clube mandante, que deve exigir cadastro prévio dos torcedores, de ambos os times. Os ingressos serão pessoais e intransferíveis, mediante assinatura de termo de responsabilidade pelos assentos, que serão vendidos com número marcado. Seguem mantidos os números de ingressos para visitantes distribuídos no clássico anterior (mil para torcida mista, 1,9 mil ingressos convencionais e 600 em camarotes). Os demais ingressos (1,9 mil convencionais e 600 camarotes) serão comercializados pelo clube visitante, com a indicação específica (portão de acesso, setor, fila e numeração do assento).

O que também ficou definido

Cadastramento 

- O clube visitante deve por ingressos à venda antecipada e, prioritariamente, aos sócios, sempre mediante cadastro, de modo pessoal e intransferível. Caso não sejam esgotados os ingressos nesse período, os restantes serão disponibilizados aos demais torcedores do clube, com venda presencial e também mediante cadastramento (nome completo, endereço, apresentação de carteira de identidade e com captação de foto), com a emissão de ingresso pessoal e intransferível.

- As listagens com o cadastramento completo de todos os integrantes das torcidas mista e visitante serão entregues ao Ministério Público até as 12h do dia da partida. O envio dos cadastros fica a cargo dos clubes (sendo que o time mandante é responsável pela lista da torcida mista e o visitante pela do clube).

Deslocamento

- No Gre-Nal da Arena, a torcida mista vai se deslocar até o estádio a partir do Shopping DC Navegantes.

- No Gre-Nal do Beira-Rio, deve ser realizado o “Caminho do Gol”.

- Em ambos os casos, a Brigada Militar garante escolta.

Vandalismo

- Os clubes terão de responder (patrimonial e administrativamente) pelos torcedores eventualmente envolvidos em atos de vandalismo, inclusive no transporte da torcida visitante. Nesse último caso, ambos os clubes arcarão com os prejuízos, independentemente da torcida causadora. Ainda serão realizadas vistorias prévias e posteriores aos jogos nos estádios, para levantamento e relatório documentado dos locais a serem utilizados pelos visitantes.

Transporte

- Torcedores visitantes, nas duas partidas, serão transportados por ônibus de linha especial da Carris, que partirão exclusivamente do pátio da Secretaria de Segurança Pública, no Centro de Porto Alegre, de onde serão acompanhados pela Brigada Militar. O pagamento do transporte também fica a cargo do clube visitante. Presidiu a reunião o promotor de Justiça do Torcedor Márcio Emílio Lemes Bressani. Participaram o diretor-geral da EPTC, Vanderlei Cappellari, e representantes da Brigada Militar, Federação Gaúcha de Futebol, Grêmio, Inter, Prefeitura de Porto Alegre e Carris.