quarta-feira, 9 de março de 2016

Veranópolis: Rápida recuperação de Zambi teve personagens importantes no Veranópolis Esporte Clube

Zambi com Dr. Mario Cardosos
O atacante Zambi passou por uma cirurgia de emergência no último dia 27. Na partida contra o Internacional no dia 24 de fevereiro, no estádio Beira Rio, o atleta teve um entorse no joelho direito após uma dura entrada do jogador colorado. Nos exames realizados, constou uma lesão complexa do menisco medial e o atleta precisou ser submetido a uma intervenção cirúrgica – meniscectomia parcial por via artroscópica – realizada em Veranópolis, pelo doutor Mário Cardoso.
Após 72 horas do procedimento, o atleta já iniciou os tratamentos fisioterápicos e treinos físicos, e ontem, dia 08, após 10 dias do período recuperatório, o atleta foi liberado para treino integral e na próxima partida, dia 13, às 19h, em Pelotas, contra o time Xavante, já estará disponível para o comandante pentacolor, Luiz Carlos Winck.
A rápida e eficaz recuperação é resultado do excelente trabalho realizado pelo departamento médico do clube, comandado pelo Ortopedista e Traumatologista, Dr. Mário Cardoso, especializado em cirurgia do joelho. Com formação direcionada para a medicina do esporte, Mário assumiu o compromisso com o clube Pentacolor em 2008, e desde então, é o responsável pelas cirurgias dos atletas do VEC. O bom trabalho realizado pelo doutor Mário é reconhecido não apenas pelos atletas do Veranópolis, mas também por atletas de outros clubes, que o procuram para tratamento de baixa e alta complexidade.
- Veranópolis por ser uma cidade pequena, muitas pessoas pensam que aqui os recursos são limitados, o que não corresponde. Hoje, temos recursos de grandes centros, nossa aparelhagem é de alta performance, como por exemplo a torre de artroscopia alemã, equipamento moderno e não tão comum em centros médicos de cidades do interior, lembrou doutor Mário.
Mateus, fisioterapeuta do VEC trabalhando com Zambi
Os envolvidos no departamento médico do Veranópolis Esporte Clube, desde 2008 têm se aperfeiçoado nas práticas da medicina do esporte e seguem a risca as normas da FIFA. Nos jogos, por exemplo, médico e massagista fazem uso de luvas sempre. Outro procedimento que tem dado certo é a avaliação e acompanhamento individual de cada jogador.

Preto, massagista do VEC
- É um trabalho de longo prazo que deu certo. Eu, Mateus (Fisioterapeuta) e Preto (massagista), somos uma equipe muito afinada e isso facilita o dia a dia. Estamos sempre conectados trocando informações sobre a situação de cada atleta. É cada parte somando para o resultado positivo do todo. O VEC, quanto à estrutura pode ser considerado pequeno, mas comparado com muitos clubes do mesmo porte, nosso departamento médico é um dos melhores e mais completos. Trabalhamos diariamente em conjunto para cada vez mais aperfeiçoar e oferecer o melhor para nossos atletas, afirmou o médico pentacolor, Mário Cardoso.
E nesse processo de tratamento dos atletas, outro responsável é o Fisioterapeuta Mateus Spassim. Formado em Fisioterapia, com formação em Pilates e Podoposturologia e especialista em Osteopatia, Mateus trabalha no departamento médico do VEC desde 2007, realizando o trabalho de prevenção de lesões e também na recuperação.
Semanalmente realiza com os atletas, o trabalho de propriocepção, que visa prevenir as lesões articulares e musculares. Já na recuperação, Mateus faz uso de técnicas de osteopatia, eletroterapia para acelerar a recuperação e trabalho de fortalecimento no campo para devolver o atleta em atividade, como no caso do atleta Zambi.
Todo esse trabalho em conjunto dos profissionais do departamento médico do VEC, resulta numa melhora rápida, nos casos de lesões. São profissionais de confiança que se empenham para oferecer aos atletas, tratamentos eficientes e rápidos, afinal, o campeonato gaúcho é curto e os clubes têm pouco tempo para trabalhar.

Fonte: www.vec.net.br