quinta-feira, 5 de maio de 2016

CBF adquire software para avaliar árbitros



A arbitragem do Campeonato Brasileiro 2016 contará com uma novidade: o uso de um software de análise de desempenho dos árbitros. A plataforma, desenvolvida pela Sportstec, servirá como ferramenta educativa e de apoio para o trabalho desenvolvido pelos árbitros. A cada partida, um analista de desempenho ficará responsável por registrar todos os lances que considerar importante - ou que sejam alvo de polêmica - como faltas, pênaltis e ou lances que possam ser de caráter educativos para o futuro. Os registros ficarão em uma nuvem para que, posteriormente, o árbitro receba o feedback sobre sua atuação. O objetivo é utilizar os registros para orientar os árbitros e aumentar a qualidade do trabalho desenvolvido. Além disso, o material será utilizado nos cursos de formações realizados pela CBF.
– Vamos conseguir revolucionar a arbitragem através desse processo de retroalimentação dos árbitros nas partidas – disse Alício Pena Junior, diretor-presidente da Escola Nacional de Árbitros de Futebol (ENAF).
Para o trabalho, a CBF selecionou instrutores brasileiros com formação no Curso Futuro III. O treinamento faz parte do Programa de Assistência à Arbitragem (RAP) da FIFA em parceria com a Comissão de Arbitragem da CBF (CA-CBF) e a Escola Nacional de Árbitros de Futebol (ENAF).
A ferramenta passa a ser usada no próximo dia 14 (sábado), primeiro dia de Brasileirão.