quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Nova Prata: Jornal Correio Livre destaca garoto do SER Amigos. Joaquim Lucas: a dedicação de um sonhador


Joaquim Lucas dos Santos, 15 anos, vê no futebol mais do que uma paixão pela bola, vê um futuro melhor para a sua família. Sentimento parecido com tantos outros garotos que amam o futebol e almejam ser jogadores. Mas a história de Joaquim Lucas torna-se diferente das demais quando as dificuldades para chegar aos treinos são conhecidas.


Há um ano e meio um amigo de Joaquim, que também treina na Escolinha de Futebol Sociedade Esportiva Recreativa (SER) Amigos, o convidou para conhecê-la. O garoto amou a oportunidade e desde então demonstra muita vontade e determinação para estar presente em todos os treinos.
Joaquim mora na Fazenda da Pratinha e como é o único guri do local que treina, precisa caminhar cerca de cinco quilômetros até pegar o ônibus que o leva para a Afuvi ou São Cristóvão. Os treinos acontecem nas segundas, quartas e sábados. O caminho que precisa percorrer a pé não é um empecilho para que Joaquim desista do seu sonho.
- Quando o dia está frio ou chuvoso, eu falo pra ele ficar em casa, mas ele me responde que não pode faltar, que o seu sonho é se tornar um jogador de futebol - relata a mãe Eliete Soares Santos. Ela sente muito orgulho do filho que para ir aos treinos percorre a pé cerca de dez quilômetros entre ida e volta. 
- Como muitos garotos sonho em me tornar um jogador de futebol, poder dar condições melhores para a minha família, poder ajudá-la financeiramente. O futebol é a minha paixão e treinar tem sido uma oportunidade ímpar, pois tudo que aprendemos levamos para as nossas vidas: a disciplina e o respeito pelos colegas, define Joaquim.
Sandro Araújo, técnico da escolinha, afirma que esta é uma experiência para a vida de Joaquim e pela dedicação que ele apresenta, com certeza é uma criança que precisa ser olhada com outros olhos:
- Acredito que Joaquim terá um futuro brilhante, independente de seguir no futebol ou em outra área, pois a determinação, o foco que ele tem, são de pessoas vencedoras, que batalham e colhem frutos. 
Sandro ainda destaca que o garoto não falta em nenhum treino e quando realmente não pode ir, liga avisando que irá faltar e justifica:
- Em todas as escolinhas nunca vi ninguém com tanto empenho quanto o Joaquim. A motivação dele nos inspira também, os próprios colegas reconhecem o esforço - finaliza Sandro muito entusiasmado com o garoto.

Fonte: Jornal Correio Livre - Nova Prata