quarta-feira, 16 de maio de 2012

Agora juiz de futebol é profissão.


Foi aprovado na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, em Brasília, o projeto de lei que regulamenta a profissão de árbitro de futebol e criminaliza a manipulação de resultados feita de maneira intencional pelos mediadores do esporte mais praticado no mundo. A matéria, lançada pelo deputado André Figueiredo (PDT-CE), agora será encaminhada para o Senado. O texto prevê uma detenção de seis meses a dois anos para os juízes que, comprovadamente, errarem nos jogos de futebol e influírem diretamente no resultado de forma dolosa, ou seja, com a intenção de prejudicar alguma equipe.
"Hoje é um dia histórico, fazemos um reconhecimento legítimo e explícito de uma profissão tão importante que é a de árbitro de futebol, afirmou Figueiredo em discurso no plenário. A proposta, se aprovada na próxima instância, será encaminhada para a presidente Dilma Roussef, que pode sancioná-la ou vetá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar.