quarta-feira, 5 de abril de 2017

Veranópolis:Campeão paulista em 2014 pelo surpreendente Ituano, Jean Carlos motiva VEC diante do Grêmio: “Não tem nada perdido”


Aos 33 anos, o atacante Jean Carlos é uma das referências do elenco do Veranópolis. Em seu currículo carrega três títulos de estaduais por Figueirense, Chapecoense e Ituano. Com sua experiência, ele acredita que em 2017 pode levantar o seu quarto caneco de uma primeira divisão de campeonato estadual.
Jean Carlos sabe que a tarefa não é fácil. Afinal, no último domingo, o Veranópolis acabou derrotado em casa pelo Grêmio por 2×0 pelo jogo de ida das quartas-de-final do Campeonato Gaúcho. O embate da volta acontece no próximo sábado, às 16h, na arena gremista. “Estamos tranquilos, pois tem esse segundo jogo ainda. Não tem nada perdido. Sou um jogador experiente e já vi várias coisas acontecerem no meio do futebol. Vamos nos preparar bem nesses dias que restam antes desse jogo que será importantíssimo para nós”, garantiu Jean Carlos, que atuou em seis partidas no atual Gauchão.
Um dos fatores que levam Jean Carlos a crer numa recuperação diante do Grêmio são os exemplos que vivenciou. Em 2014, ele foi titular do Ituano que superou Corinthians na fase de grupos, Palmeiras na semifinal e o Santos na decisão do Campeonato Paulista. “Praticamente ninguém acreditava naquela equipe que superou todas as adversidades e foi derrubando gigantes até chegar ao título. Vejo o grupo do Veranópolis com perfil parecido. Nessa segunda partida teremos que colocar em campo o bom futebol da primeira fase do Gauchão para encararmos o Grêmio de igual para igual”, analisou o atacante.
Diante da sua trajetória vitoriosa, Jean Carlos projeta como deve ser a postura do VEC no duelo do próximo sábado. “No jogo de ida tivemos uma proposta de jogo que não deu certo. O Grêmio nos marcou muito bem. Agora, precisamos ter equilíbrio na marcação e jogadas de ataque. Acredito que um gol logo no começo da partida nos dará tranquilidade para mostrar o nosso futebol no decorrer do jogo. Confiamos muito que podemos reverter essa vantagem gremista”, concluiu.

Fonte: http://www.avassessoria.com.br